Venha ser um bruxo e jogar RPG no mundo de Harry Potter! Vagas ilimitadas!


--/--/----
Clima:
texto texto texto texto
texto texto texto texto
Início de Período:
--/--/----
Termino de Período:
--/--/----
Eventos: nada relevante


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

The Sorting Hat Experience

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Off: Aproveitando o tempo a toa e a inspiração, uma fic do tipo Universo Alternativo, em um mundo onde a magia e o mundano estão se unindo.

Behind the Music: The Sorting Hat Experience


“Nós erámos tão jovens e tolos. Quando agora olhamos para trás e vemos.”

Ctaaciug Xyeetnuut, guitarista e líder:

“Nós erámos o maior grupo bruxo a vir depois da mudança. Nós eramos a próxima grande coisa. Tudo era incrível. Os shows, as gravadoras nos dando tudo o que nós sempre quisemos; e as festas; as festas! Era como se tudo estivesse vindo em nosso rumo. Uma rota de colisão a alta velocidade.”

Nos rápidos e furiosos anos do início dos anos 60 (de 2060), eles eram o centro da Revolução do Rock Mágico, uma releitura do estilo, que moveu o cenário das produções para massivos shows de talento mágico, habilidades misturadas com shows de laser e baladas poderosas. O Sorting Hat Experience liderou o caminho e outros seguiram.

Ctaaciug:

“Foi realmente estranho. Nós fomos de "ninguém" à súbita sensação mundial. Praticamente eles estavam nos jogando sacolas de galeões. E nós gastando. Sério... E como nós gastamos...”

Marisa Angela, Baixista:

“Até hoje eu não sei bem o que aconteceu. Nós fomos de tocar no Caldeirão Furado para sensação global, com milhares de pessoas em uma noite. Quando quebramos o recorde de maior show ao ar livre já registrado, foi absolutamente surreal."

Suas vidas como "ninguém", apenas mais um grupo anônimo, estava terminada. Praticamente da noite para o dia, todos sabiam seus nomes, Ctaaciug Xyeetnuut, Marisa Angela e o Chapéu Seletor. Outros vieram para a banda e ficaram um tempo, mas estes três foram os primeiros e continuaram a ser o verdadeiro núcleo do fenômeno do Rock Mágico. Seu primeiro trabalho, vendeu quase dez milhões de cópias, com downloads completos (fenômeno a muito tempo único); seu segundo trabalho vendeu mais que o dobro disto e os galeões continuaram a empilhar e os show a esgotar ingressos.

Sua popularidade explodiu graças ao crescimento da tecnologia da TV/Penseira, logo adotada pela MMTV (Magic Music Television). Eles foram os primeiros a se inserir neste novo mercado, através de suas técnicas de memória-shows compostos de engenharia de imaginação, com suas sacadas brilhantes.

Fashion Model Jean Marcell:

“Oh man! Eu lembro a primeira vez que eu os vi. Foi incrível! Milhares de pessoas gritando seus nomes. Eu mal podia ve-los, eu estava muito atrás na multidão, mas então eles fizeram sua mágica e estavamos voando a quarenta pés acima do Central Park. E foi apenas dois meses depois de Corvos e Serpentes. Eles continuam sendo minha banda favorita.”

A jornada do Sorting Hat Experience começou em uma escola privada na Escócia. Sua música era seu caminho para esquivar-se dos problemas do mundo em mudança. A escola conhecida como Hogwarts neste tempo, era o centro de treinamento mágico da Britânia por quase um milênio.

Amiga de longo tempo e irmã gêmea de Marisa, Marina Angela:

“No mundo mágico nada muda. Isto é o que as pessoas diziam. Quandos os bruxos começaram a dar os primeiros passos para se monstrar fora da Britânia, nós sabíamos que as coisas não iam ficar as mesmas. Ctaaciug era partidário desta idéia, ele era meio maluco, mas na verdade era apenas uma voz do fim do mundo mágico como conhecíamos.”

Mas uma sociedade fechada, não ia querer uma mudança. Um grupo de terroristas mágicos tentou matar a população trouxa em um dos mais extremistas pontos de vista de eugenia, como ocorreu em outros lugares, mas este foi um pouco longe demais. Seu líder "Doutor" Deacon cometeu o erro de assassinar um amigo da Família Real. Foi aí que a Guarda Vermelha, um grupo militar com tecnologia e técnica trouxa, com armas goblin e alguns bruxos, entrou em ação. Eles cuidaram dos terroristas.

Historiadora Mágica Aretha Mist:

"O mundo mágico precisava de uma mudança. Os que eram contra eram tolos. Eles pensaram que poderiam fazer o mundo parar de girar, mas eventualmente o mundo passou por cima deles. Quando a Guarda Vermelha rendeu o Ministério a maioria das pessoas sabia o status quo tinha mudado. Muitos lutaram para que voltassem, eles não deveriam. "

Ctaaciug, Marisa e Hector Wise, amigo de escola dos dois se propôs a criar uma banda, algo para superar o caos que tinha enchido a sua sociedade. Eles logo descobriram duas coisas: nenhum deles podia cantar e Hector não conseguia manter o ritmo.

Ctaaciug Xyeetnuut:

"Hector era um baterista horrível. Nós estávamos tentando uma canção e ele começou a bater em tudo na frente dele. Não fez qualquer sentido. Nós finalmente encantamos as baquetas para manter o ritmo e deixamos ele bater todo o resto que ele queria."

O vocalista foi difícil de encontrar. Eles tentaram seus amigos, mas não funcionou muito bem.

Marina Angela:

"Ha! Oh, eu tentei. hehehe ... Nós tínhamos este show no Três Vassouras, e eu simplesmente não pude fazê-lo. Todo mundo estava olhando para mim! Lá estava eu, todos nós com 16 e eu não pude lidar com a pressão. Me coloque num simpósio de ciência e estarei em casa, coloque-me entre uma banda e uma multidão, e eu sumo como sujeira sob o feitiço Limpar. Foi tão ruim... Eu podia assitir, eu podia dirigir, mas não havia nenhuma maneira de me colocar para cantar ".

Eventualmente, o trio encontrou seu cantor no mais improvável dos lugares: a mesa do diretor.

"Nós todos vimos isso antes."

Marisa Angela :

"Nós víamos isto a cada ano, quando eles traziam os pequenos no começo de cada ano letivo, mas nós simplesmente não pensamos nisto. O diretor Frederic Wise foi morto no fogo cruzado e o Chapéu ficou lá. E então conversando a toa na sala do diretor, sobre uma banda que iríamos formar enquanto esperavamos a nova diretora, derrepente nós atingiu a idéia. E a peça que faltava."

O Chapéu Seletor tinha trabalhado na escola desde o início, até segundo milênio depois de Cristo. Sua responsabilidade era classificar os alunos em casas diferentes com base em traços de personalidade determinados pelos fundadores. Com o colapso do Mundo Mágico, não havia necessidade das velhas formas prosseguirem, de modo que o Chapéu Seletor se encontrava sem um trabalho. Quando ele pode mostrar a sua combinação impecável de voz e talento para o mundo, a Sorting Hat Experience nasceu.

Não demorou muito para que eles se encontrarem lado a lado com as pessoas mais famosas da indústria do entretenimento.

Ctaaciug Xyeetnuut:

"O Chapéu Seletor podia ser encontrado na cabeça de quase toda jovem celebridade naqueles dias. Ele foi a estrela de comerciais e marcas. Ele nunca parou. Ele sempre dizia que só poderia ser melhor se ele tivesse um bom par de pernas."

Marina Angela:

"O primeiro show em Hollywood foi como um sonho, todo mundo que era alguma coisa está lá. Foi quando ele conheceu a supermodelo Rebecca pela primeira vez. Ao contrário à crença popular, eles não começaram muito bem. O Chapéu fez alguns comentários obscenos e ela jogou bebida na cara dele. Oh, é engraçado agora, mas a menina que estava usando o Chapéu ficou bem chateada e irritada. A cadela bêbada socou um direto na Rebecca. Eu não sei se eu vi uma luta tão epica desde então. "

Mas esta grande banda foi também atormentada por disputas internas e problemas. Sua alta foi seguida por uma baixa igualmente profunda. Eles quase não conseguiram fazer o seu segundo álbum, o de 2065, Mixing the Houses.

Marisa Angela:

"Nós tivemos então nosso primeiro mega sucesso. Corvos e Serpentes foi multi-platina e nós não sabíamos lidar com o sucesso ainda. As pessoas estavam dando-nos coisas que sempre quisemos e isto nos levou a tomar aquilo por garantido."

Ctaaciug:

"Nós estávamos muito alto. Tudo estava indo ao nosso rumo e nós deveríamos saber que nada é de graça e um pedágio estaria para ser cobrado."

E este pedágio foi pago sob a forma da vida do seu bom amigo e baterista Hector Wise. Hector Wise morreu no backstage, asfixiado em seu próprio vômito momentos antes de a banda ir para o palco em Berlim.

Ctaaciug:

"Hector tinha mais firewhiskey nele do que toda a Hogsmead. Ele nunca deveria ter ido com a gente, mas era apenas uma coisa depois da outra. Finalmente, tudo veio à tona. Foi muito difícil. Nós nos conheciamos desde que éramos crianças. Ele foi o primeiro de todos nós que morreu e nós não sabíamos como lidar com isto."

Ex-namorada de Hector, chefe da Scotland Yard, Lidily Salúm Luise Orion explica:

"Hector..., bem Hector nunca teve um problema com auto-estima. Ele sempre sabia o que ele queria fazer e nada iria impedi-lo de ir até lá. Isso era um problema quando ele começou a ir bem peto da borda. Você não poderia lhe dizer que ele tinha ido longe demais, porque ele não iria acreditar. Eu estava crescendo na minha carreira e ele estava em turnê com a banda. Eventualmente, nós sabíamos que ia acabar mal, mas você nunca poderia fazer Hector dar ouvidos à razão."

Marisa Angela:

"Na verdade, ele estava caindo aos pedaços, e nós vimos, mas estávamos caindo aos pedaços também. Nós apenas nunca notamos que ele estava ficando tão ruim, porque todos nós fomos estavamos ficando ruins também. Não havia nada para comparar".

A banda se juntou novamente e mudou sua imagem, passando pelo designer de moda Lucas An Va. Ela os refez de uma simples Banda com Bruxos, ao rosto do movimento Rock Mágico e preparou o terreno para o estrelato IMORTAL.

E então veio a triste realização que eles tinham de substituir seu amado Hector.

Ctaaciug Xyeetnuut:

"Essa foi basicamente a discussão mais difícil que já tivemos. Nós o perdemos, isto nós sabíamos, mas tínhamos que seguir em frente. O problema era que não queríamos seguir em frente. Foi tão difícil."

Marina Angela:

"De certa forma isso foi mais difícil do que lidar com sua morte, em primeiro lugar. Isso significava que ele estava indo embora. O Chapéu sentiu isto como algo especialmente difícil. Houve muita gritaria, eu me lembro disso, mas eu realmente não lembro o que estava sendo dito."

Eventualmente, um amigo deles apresentou-os a roqueira francesa, Dharana "BlackCrow". Sua técnica mágica que permitia espetacular capacidade fotocinética além de atingir 4567 batidas por minuto reconhecíveis pelo ouvido humano, fizeram dela um sucesso imediato com os outros membros.

Ctaaciug Xyeetnuut:

"Nós todos sabíamos que tínhamos de fazer uma mudança, por isto não tentamos substituir Hector. Blackcrow fez seu próprio lugar. Eu não acho que fomos muito acolhedores à primeira vista. Ela teve dificuldades em preencher esse buraco."

Marina Angela:

"Blackcrow foi incrível. E o que era melhor, ela não tentou substituir Hector. Era mais como se ela apenas tivesse puxado uma cadeira ao lado de onde Hector deveria estar. Eu realmente não sei como ela fez isso, mas algumas vezes, quando estávamos no fundo das canções, era quase como se Hector estivesse lá conosco."

Marisa Angela:

"Blackcrow foi única. Só ela poderia ter feito. Ela tomou essa bateria, e fez dela sua própria. Nós não teríamos feito nada disso sem ela."

Mas Blackcrow teve suas próprias reservas sobre se unir a uma banda logo depois de seu estrelato instantâneo.

Blackcrow:

"Francamente, eu estava preocupada que eu tinha acabado de me juntar a uma banda do tipo "hit wonder". Eles apenas tinha lançado um álbum, que foi grande, mas era muito alarmante. Eu já tinha trabalhado com outras bandas e já tinha um nome para mim. Eu estava preocupado que este poderia ser o fim da minha carreira com a música, se eles não fossem para frente."

Com a sua nova imagem e uma nova baterista, a banda voltou ao estúdio. Depois de treze semanas de dezoito horas por dia sem parar eles tiveram seu álbun. O lendário Mixing the Houses estava pronto.

Historiadora mágica Aretha Mist novamente:

"Mixing the Houses, foi brilhante. Quero dizer, é tudo sobre a mudança e destruição de uma sociedade, mas centrou-se sobre o que estava por vir. Tinha tudo: a perda, o perdão, a dor, a alegria, a arrogância, a humildade. Era tudo o que se sentiu com a perda de Hector e a perda da sociedade, como a maioria deles sabia, mas era mais do que isso. Ele contou uma história para todos, não apenas para os fãs de rock, mas para todo o planeta. Tínhamos acabado de chegar a um ponto em que os bruxos não se escondiam e não eram odiados e estavam sendo reverenciados. Mixing the Houses foi perfeito para a época."

Marisa Angela:

"Olhando para trás, eu não posso acreditar em como a gente decolou. Éramos apenas um grupo de jovens punks com varinhas, um punhado de genes mágicos e um chapéu."

Veja como eles lidam com as consequências, e algumas prévias de seu novo trabalho depois desse intervalo comercial.



Última edição por Ctaaciug Xyeetnuut em Seg Set 06, 2010 6:51 pm, editado 2 vez(es)

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

avatar

Mensagem em Seg Set 06, 2010 6:06 pm por Dharana BlackCrow

Está incrivel.... estou completamente boba.
O estilo ficou leve, dinâmico e descontraido.
Vai ter mais?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum