Venha ser um bruxo e jogar RPG no mundo de Harry Potter! Vagas ilimitadas!


--/--/----
Clima:
texto texto texto texto
texto texto texto texto
Início de Período:
--/--/----
Termino de Período:
--/--/----
Eventos: nada relevante


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Casa dos Boron

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Re: Casa dos Boron em Sex Maio 08, 2009 10:00 am

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Voltando ao Passado


Os avós de Robert enfrentavam uma batalha já mais vista antes uma batalha que com o passar dos séculos se perdeu na história

Relatos da guerra


No dia 02-11-1889 ouve uma grande batalha, muitas criaturas das trevas e bruxos se enfrentaram em uma guerra que se perdeu no tempo por falta de relatos da história

-Nira se prepare a guerra vai começar.

Dévos avo de Robert se vira para os soldados e grita

-Soltem os dragões

dois dragões são soltos e avançam contra os bruxos inimigos





MAs os bruxos inimigos também mandam dois dragões e uma batalha começa em pleno ar



Muitos bruxos e bruxas do bem e do mal estavam se enfrentando em todas as partes do castelos muitos dele estavam apaisana como esses dois
(considerem a prima de Robert contra um outro bruxo que estão apaisana)

em uma outra parte do castelo


muitas criaturas começaram a invadir o castelo
Como Vampiros




Lobisomens




E os que estavam do lado do bem tentavam proteje-lo, como
Elfos guerreiros





Bruxos guerreiros montados em testralios e hipogrifos avançavam fortemente contra os inimigos



-Meu amor eles são muitos não vamos conceguir vencelos
-Vamos sim Nira tenha fé o clã Morsten não vai ser derrotado



Última edição por Robert de Boron em Sex Set 04, 2009 3:48 pm, editado 4 vez(es)

2 Re: Casa dos Boron em Ter Maio 12, 2009 5:12 pm

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Muitos bruxos e bruxas inimigos que vinham por terra começaram a lançar feitiços contra os portões do castelo.


(desconsiderem essa garota ai no portão)

--Senhor os portões mão vão agüentar por muito tempo, vamos ter que lutar.
-Pois bem prepare os guardas e quando eu disser abra os portões
-Sim senhor

O guarda grita de cima da torre .


--Todos a postos .


Devom solta um grito para que todos escutassem .


--Agora.


O guarda em cima da torre grita mais uma vez.


-Abram os portões.


Assim que os portões são abertos os guardas saem em disparada com suas varinhas e escudos refletores a mão.

Muitos bruxos também vinham pelo céu, fumaças negras começaram a descer e aparatar no pátio do castelo •••..





Devom que estava olhando a cena dos bruxos inimigos aparatando no castelo se vira para o guarda em cima da torre.


--Solte o terceiro dragão ninguém aparata no meu castelo sem minha autorização .


O terceiro dragão foi solto

o mesmo vai em direção aos bruxos que se preparavam para aparatar no castelo, três bruxos tentam distrair o dragão enquanto os demais continuavam a aparatar no pátio. .




--Não vão não. .


Dévon pega a varinha e a aponta para o alto e começa a lançar feitiços certeiros contra os bruxos que caiam feito pedra no chão .


Os bruxos que conseguem aparatar dentro do castelo


são recebidos pelos guardas .




Duas batalhas foram formadas uma no interior do castelo e uma no exterior do castelo.

Derrepente um urro de um dragão é escutado ao longe em meio à escuridão das colinas.



na mesma hora os bruxos inimigos param de avançar contra o castelo


montado em seu dragão estava alguém muito conhecido, o dragão se aproxima rapidamente do castelo. .



Então um outro soldado se aproxima de Devom .


-Senhor o exército parou.

--Eu estou vendo, mande trazerem o meu hipogrifo.

-Mas por que senhor? .

--Chegou à hora de acabar de vez com essa guerra sem sentido .

-Por acaso o senhor esta pensando em se entregar? .

--Não mesmo, um Mursten não se entrega nunca, chegou a hora de eu enfrentar o verdadeiro chefe dessa guerra, agora vai .

-Sim senhor.


O guarda sai correndo pouco tempo depois ele volta com um hipogrífo


enquanto isso o dragão negro ia avançando rapidamente contra o castelo Dévon monta no hipogrífo.



-Tome cuidado meu amor.

--Pode deixar, ia, ia .


Dévon da um tranco no hipogrífo que sai em disparada e levanta vôo, Dévon avança contra o dragão ele estava com sua varinha apontada não para o cavaleiro mas sim para o dragão ao lançar o feitiço o dragão não consegue desviar e ao ser atingido ele cai Dévon aterriza o hipogrífo perto do dragão desacordado ao se aproximar para ver melhor o cavaleiro negro percebeu que o mesmo não estava ali. .


--Mas como? .

--Me procurando? .


O cavaleiro negro aparece atrás de Dévon.



O mesmo aponta sua varinha para o alto e diz .


-Periculum

Uma faísca vermelha sai da ponta da varinha e se direciona ao céu a guerra começa novamente, o cavaleiro se aproxima de Dévon. .


--Por que você esta fazendo isso? .

--Simplesmente por vingança e poder papai. .

--Como ousa me chamar de pai depois de tudo o que fez. .

--Você me tornou nisso que eu sou hoje .

--Não mesmo, eu e sua mãe nunca deixamos faltar nada para você e seus irmãos, vocês três receberam muito amor, carinho e educação, só que você queria mais não é mesmo? .

--Exatamente papai eu queria e ainda quero mais.

--Por isso se aliou ao clã Malkavian, por isso matou o seu irmão e a esposa dele ainda por cima tentou matar seu sobrinho por causa de poder? .

--Exatamente só que ainda não tenho tudo o que quero onde está o Robert e a fênix (colar criado pela família Mursten em meados do século 14 em breve mais relatos sobre a fênix)? .

--Acha mesmo que eu diria a você? .

--Não, achei que não, por isso vou arrancar isso de você. Crucio

-Protego.


O feitiço volta contra o cavaleiro e o mesmo começa a se contorcer de dor, assim que o feitiço passa ele se levanta e começa a dar uma risada medonha e sinistra. .


--Isso é realmente muito relaxante essa dor faz qualquer um se contorcer até morrer mas eu não sou afetado por esse feitiço simplesmente por que já estou acostumado com isso. .

--Você não é mais humano .



*NARRAÇÃO*
*FALAS DE DÉVOM*
*FALAS DO SOLDADO 1*
*FALAS DO SOLDADO 2*
*FALAS DE NIRA*
*FALAS DO CAVALEIRO NEGRO*

FEITIÇOS



Última edição por Robert de Boron em Qua Maio 27, 2009 2:25 pm, editado 10 vez(es)

3 Re: Casa dos Boron em Qua Maio 20, 2009 5:33 pm

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
-Tem razão, não sou, satisfeito agora? Foi por isso que me intulo cavaleiro negro mesmo eu sendo mulher
-Isso é abominável como minha filha pode se transformar nisso
-Chega!Cansei de ficar aqui escutando besteiras suas, adeus pai.

O cavaleiro negro aponta a varinha para Devon

-Avada kedavra


Devon consegue se desviar por pouco do feitiço e contra ataca.

-Expelliarmus



Devom consegue desarmar o cavaleiro negro

-Vamos me mata logo, anda o que está esperando?

Devon olha bem para o rosto do cavaleiro negro seu coração palpitava mais rápido naquele instante, ele se prepara pra atacar mas abaixa a varinha.

--Não posso, mesmo que eu queira você ainda tem o meu sangue, você ainda é parte de mim é parte da minha alma.
-Palavras apenas palavras, acha mesmo que com isso você vai me fazer desistir dos meus objetivos?
--Não, apenas tenho esperança de que você se arrependa do que fez.
-Acha mesmo que eu vou me arrepender disso tudo? Acredite pai nunca vou me arrepender, isso só vai acontecer se eu deixar você vivo ai sim vou me arrepender, pois vou ter certeza de que você vai querer colocar meio mundo atrás de mim e ainda por cima ficara mais difícil encontrar o Robert, se eu matar você vai ser mais fácil pra mim captura-lo.

O cavaleiro negro se vira e fica de costas para seu pai e começa a andar até onde sua varinha havia caído.

-Immobilus - Eu disse que não iria te matar, mas nunca disse que ia deixar você fugir.

Devon se aproxima rapidamente do Cavaleiro negro que agora estava imobilizado pelo feitiço, quando Devon chega próximo do cavaleiro sem ele perceber uma fumaça negra desce até o chão e em meio dela surge um bruxo das trevas,



Devom nota a presença do bruxo que se aproximava lentamente dele.

Devom se vira.


-Ótima noite para morrer não acha?
-Não, não acho
-Mas eu sim Avada Kedavra

Assim que o bruxo lança seu feitiço, Devom rapidamente contra-ataca.


um duelo entre os dois é travado, enquanto nos terrenos próximo ao castelo o exercito dos bruxos inimigos formavam vários duelos em torno o castelo, muitos guardas e bruxos inimigos estavam caídos mortos entre eles um primo do Robert de 22 anos.

De volta ao duelo que estava sendo travado por Devom e o bruxo Inimigo

Devon é desarmado e o bruxo não o mata e sim o imobiliza, o bruxo das trevas que desfaz o feitiço de imobilização, o cavaleiro negro recupera novamente o movimento de todo o seu corpo se aproxima de Devon com a varinha apontada para ele.


-Eu poderia mata-lo agora mas pensando bem não vou fazer isso por enquanto, quero fazer isso na frente de todos assim vou mostrar quem é o único bruxo soberano aqui, sem falar que se você continuar vivo posso trocar você pelo Robert e a Fênix.
-Senhor acha mesmo que eles vão querer fazer essa troca
-Não, mas não me importa por que se eles não aceitarem eu vou ter que mata-los e pegar o garoto a força, eu vou ir até o castelo fique aqui e cuide do corpo eu volto logo com o meu querido sobrinho

-Sim mestre



O Cavaleiro monta em seu dragão que já havia se recuperado do ataque de Devom anteriormente e levanta vôo o bruxo aliado fica cuidando de Devom enquanto o cavaleiro avançava contra o castelo cada vez mais rápido

-Chegou á hora, finalmente vou ter o Robert em minhas mãos.

O dragão chega ao castelo e o sobrevoa ele dando voltas e mais voltas

Um dos guardas ao olhar pra cima se espanta com o dragão


-Vamos morrer

O soldado que avistou o dragão sai correndo de encontro a Nira que estava postada na parte mais alta dos portões de onde dava para ver todo o terreno e todo o castelo dos Mursten

-Senhora, senhora, olhe pra cima.

- - O que foi?

Quando Nira (avó de Robert) olha para cima ela avista o dragão dando voltas sobre a torre mais alta do castelo

-Meu Deus

O cavaleiro negro que sobrevoa a torre,


movimenta o dragão que fica o mais perto possível da janela que dava para dentro da torre logo em seguida ele da um salto e entra.


- -Essa não, Robert!
- -O que! O menino esta aqui no castelo?
- -Esta não deu tempo pra levá-lo para o esconderijo.
- -Agora sim vamos morrer
- -Não vamos não, mande o Tarus (tio de Robert) e a Lira (mulher de Tarus) irem atrás da pessoa que entrou pela torre, enquanto isso vou tirar o Robert das masmorras, vai.
- -OK!

O guarda sai correndo para um lado e Nira para outro, ela entra no castelo e se dirige as masmorras, no caminho ela encontra a prima de Robert caída e desarmada prestes a ser morta por um bruxo das trevas aliado do clã Malkavian Nira saca sua varinha.

-Expelliarmus




*NARRAÇÃO*
*FALAS DO CAVALEIRO NEGRO*
*FALAS DE DÉVOM*
*FALAS DO BRUXO INIMIGO*
*FALAS DO SOLDADO 2*
*FALAS DE NIRA*
*FALAS DO SOLDADO 1*
*FEITIÇOS*



Última edição por Robert de Boron em Qua Maio 27, 2009 2:28 pm, editado 2 vez(es)

4 Re: Casa dos Boron em Sab Maio 23, 2009 11:13 am

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
bruxo cai desacordado, Nira se aproxima de Kiara (prima de Robert) e ajuda a garota a se levantar

-Obrigada vó, esse idiota quase acaba comigo ainda bem que você apareceu a tempo
-Não foi nada, agóra vamos temos que tirar o Robert daqui?
-Não, me diga que minha mãe esta aqui
-Está Kiara, ao que indica entrou no castelo pela torre
-Essa não, então temos que ir logo e tirar o Robert daqui, o Richard está com ele
-ótimo, vamos logo então mas você prepara a chave do portal enquanto eu vou busca-los
-Não seria mais rápido usarmos a rede de flu?
-Não, sua mãe tem pessoas infiltradas no ministério e provavelmente eles estão vigiando todas as redes de Flu se á usarmos vamos ser capturados.
-Entendo só uma coisa que eu ainda não entendi é como você soube disso vó?
-Soube pelo Richard ele vem investigando sua tia desde a morte de Victor e Naiana e descobriu que ela estava formando algumas alianças com pessoas do ministério só não se sabe ainda quem são essas pessoas.

As duas descem as escadas que dão as masmorras,

elas correm o mais rápido que podem as duas se separam Nira se dirige até cela onde Richard e Robert se encontravam enquanto Kiara se dirigia para a chave do portal, enquanto isso na cela onde Richard se encontrava ele estava abraçado a Robert(na época Robert tinha 4 anos)


-Richard voce e o Robert tem que sair daqui e rápido a Samanta esta aqui.
-Não isso não pode ter acontecido
-Mas aconteceu, anda pegue o Robert e saia daqui rápido.
-Tudo bem.
-Richard cuide bem do meu neto sim, você era o melhor amigo do Victor e ele iria gostar que você cuidasse do Robert
-Eu sei mais não estou entendendo onde você quer chegar
-Eu vou ficar aqui e tentar deter a Samanta, eu quero que você seja o pai do Robert e que cuide dele como se fosse seu filho.
-Isso é uma honra muito grande senhora Mursten, não se preocupe vou cuidar do Robert como se eu fosse o pai dele.
-Obrigada agora vai, siga pelo corredor norte das masmorras que você encontrara a Kiara e saiam daqui.
-Tudo bem.
Richard da um abraço em Nira os dois fica por quase dois minutos abraçados

-Agora vai Richard

Richard ajeita Robert em seu colo e sai da cela indo para o corredor Norte, enquanto isso Nira se dirige para a saída da masmorra ao sair ela vai para o salão de entrada do castelo.


*NARRAÇÃO*

*FALAS DE KIARA*
*FALASD DE NIRA*
*FALAS DE RICHARD*



Última edição por Robert de Boron em Qui Maio 28, 2009 5:37 pm, editado 2 vez(es)

5 Re: Casa dos Boron em Qua Maio 27, 2009 5:56 pm

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Enquanto isso nas masmorras Richard caminhava rapidamente para o local onde a chave do portal estava, ele caminhou por cerca de 5 minutos até chegar a uma grande sala no meu da sala tinha uma bota ao lado da bota em pé estava Kiara.

-Até que enfim você chegou cadê a minha avó?
-Ela voltou, disse que ia tentar impedir a Samanta.
-Mais que droga, ela não podia ter feito isso, eu vou atrás dela.
-Nem pensar, vamos sair daqui se você for atrás dela só vai atrapalhar.
-Eu não posso ficar aqui sem fazer nada Richard, eu tenho que ir ajudá-la.
-Primeiro vamos levar o Robert para o esconderijo depois voltamos aqui pra ajudar sua avó e seu avô, agora vamos.
-Esta bem no três segure a bota com força
-Certo
-1, 2, e 3.

Richard e Kiara seguram na bota ao mesmo tempo eles são sugados por um redemoinho, Richard segura Robert com força para que na chegada ao esconderijo ele não caísse, segundos depois um redemoinho surge em frente a porta do esconderijo Richard e Kiara saem do redemoinho cambaleando ele se escoram na parede da casa e esperam alguns segundos até a tontura passar

-Odeio isso
-Eu também

A casa estava escura parecia que ninguém habitava ali, até que barulhos de passos se aproximando da porta foram ouvidos do lado de fora da casa a maçaneta vira devagar uma moça aparece na porta era a mãe de Richard ela fazia parte de grupo que foi criado para proteger o Robert.

-Até que enfim vocês chegaram já estava ficando preocupada com vocês.
-Oi mãe.
-Oi senhora Boron como vai?
-Oi Kiara, mas porque vocês estão escorados na parede? Parecem até duas vassouras, anda vamos entrar, esta frio ai fora.
-Não da tempo mãe temos que voltar para o castelo dos Mursten.
-Mas por quê?
-Depois te explicamos mãe, agora chame o restante dos aliados do herdeiro e peça para que eles venham para cá assim o Robert vai ficar mais protegido.
-Pode deixar meu filho.
-Pega o Robert mãe eu e a Kiara já estamos indo.
-Tudo bem vem com a vovó meu lindinho vem

Cinthya pega Robert no colo

-Se prepara dona Cinthya porque esse garotinho agora é seu neto de verdade, vamos Kiara não podemos perder mais tempo.
-O que me explica esse negócio direito que história é essa de ele ser meu neto de verdade agora.
-Tchau mãe
-Tchau dona Cinthya

Os dois mais uma vez voltam para a chave do portal e somem deixando Cinthya falando sozinha

-Richard de Boron volte aqui e me... Em que encrenca ele se meteu dessa vez, esquece vamos meu lindinho, vamos para dentro aqui fora esta muito frio.

Cinthya volta para dentro do esconderijo

Enquanto isso Richard e Kiara chegam às masmorras do castelo, eles não perdem tempo e saem correndo para a saída da masmorra, assim que chegam eles se dirige para o salão de entrada do castelo de onde dava para ver alguns clarões, ao chegarem lá eles encontram Nira e Samanta se enfrentando.

-Mamãe
-Que família mais doida essa que você tem Kiara
-Não se esqueça que você também é dessa família Richard.
-E porque você acha que eu estou falando isso

No meio da batalha entre Nira e Samanta

-Chega Samanta você já foi longe demais
-Você não viu nada ainda mamãe, eu posso ir bem mais longe.

Nira já não conseguia mais, continuar o duelo contra Samanta seu cansaço era nítido suas forças estavam acabando os músculos do braço latejavam de dor. Nira não agüenta e desmaia, Kiara e Richard correm para ajudar Nira que estava caída no chão.

-Vó, por favor, acorda vó.
-Kiara leve sua vó daqui eu vou cuidar para que a Samanta não machuque mais ninguém
-Não, eu quero fazer isso.
-Kiara?
-Vai Richard, ajude a minha vó a se recuperar eu cuido da minha mãe.

Kiara olha para sua mãe que sorria maleficamente, com um olhar de raiva e ódio.
-Ora, ora, ora quem diria minha própria filha quer me enfrentar, como são as coisas tal mãe tal filha.
-Vai Richard

Richard pega Nira no colo

-Eu volto logo meu amor
-Tudo bem

Richard leva Nira para um lugar mais tranqüilo e longe da guerra que por alguns momentos avia terminado, mas logo uma explosão pode ser ouvida do lado de fora do castelo.
Enquanto isso no salão de entrada


-Porque tudo isso mãe?
-Poder e vingança minha filha.
-Mas a senhora nunca teve motivos pra isso, mamãe eu via como os meus avós tratavam você, afinal a caçula sempre é a mais mimada pelos pais, acho até que esse foi o erro deles mimaram muito você a tal ponto que fez você virar isso uma mulher mimada e que se não tem tudo o que quer resolve fazer birra e matar as pessoas só pra alcançar seus objetivos sórdidos eu tenho vergonha de ter uma mãe como você.
-É mesmo, sabe não me importo com o que você sente ou deixa de sentir apartir do momento em que você se aliou aos seus avos e ficou contra mim você deixou de ser minha minha filha.

NARRAÇÃO
FALAS DE KIARA
FALAS DE RICHARD
FALAS DE CINTHYA
FALAS DE NIRA
FALAS DE SAMANTA

6 Re: Casa dos Boron em Sex Maio 29, 2009 5:22 pm

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
-Bom saber você já deixou de ser a minha mãe a muito tempo agora você só é mais uma inimiga dos Mursten e eu vou acabar com você, eu nunca me atrevi a usar esse feitiço mas pra tudo na vida existe a primeira vez Avada Kedavra


Kiara lança seu ataque contra Samanta mas ela contra ataca


-Expelliarmus


Os poderes das duas ficam igualados


-Parece que você é bem mais forte do que imaginei Kiara
-Você não sabe o quanto mamãe


Kiara faz força contra o feitiço de sua mãe mas Kiara não é tão forte


-Isso é tudo o que você tem Kiara?
-Não mesmo


Mesmo Kiara fazendo força contra o ataque de Samanta ela não consegue muita coisas apenas faz com que Samanta apenas aumente seu poder


-Eu disse que você não tinha poder contra mim e ai esta a prova desista e se entregue
-Nunca


Kiara já não agüenta mais a pressão exercida pelo ataque e é desarmada


-Pena eu cheguei a achar por um momento que você realmente iria me vencer mas vejo que me enganei você é fraca, agora antes de morrer me diga onde esta o Robert e a fênix.

-Eu não sei


Samanta lança um jato de energia contra Kiara que é lançada contra a parede.


-Não minta pra mim, você é uma das únicas pessoas que sua vó confiaria em contar onde o Robert esta.
-Já disse que eu não sei de nada e mesmo se soube-se não diria a você.
-ótimo pois de adeus a esse mundo porque você vai partir dessa pra melhor Avada...


Quando Samanta vai lançar seu feitiço contra Kiara um feixe de luz vai em direção a sua mão e a desarma.


-Não vai fazer mal a minha namorada, sua maluca.
-Richard que bom que se juntou a nós.


Richard que estava perto da escadaria se dirige até onde Kiara estava caída


-Eu avisei os Aurores logo eles vão chegar e terminar com essa guerra e vão prender você.
-Acha mesmo que isso pode acontecer, se eles não conseguiram me pegar a quatro anos atrás não vai ser esta noite que eles vão fazer isso.
-É isso o que nós vamos ver Imobillus


Samanta é atingida e fica imóvel.


-Pronto meu amora acabou
-Isso só vai acabar quando ela morrer.
-Meu amor o que você vai fazer?


Kiara se levanta, um pouco dolorida por causa da batida ela mal conseguia andar sua perna direita havia quebrado e vários ferimentos eram nítidos em seu corpo, ela pega sua varinha e aponta em direção a Samanta.


-Kiara o que você vai fazer
-Vou acabar com isso de uma vez por todas
-Kiara não faça isso, não vai ser matando ela que você vai dar fim a tudo isso logo mais bruxos viram atrás do Robert quando souberem que ele um simples bebe é não só o Herdeiro do poder mas também guarda a fênix.
-Não importa eu vou acabar com ela.
-Kiara pensa, qual é a pessoa que você mais odeia na vida e porque?
-A pessoa que eu mais odeio é ela porque é uma assassina que gosta de ver o sofrimento das pessoas
-Exato, se você mata-la, vai ser igual a ela e eu sei que não é isso o que você quer ou estou enganado?


O silencio é absoluto em todo o território do castelo a guerra havia terminado Kiara abaixa a varinha olha fixamente para Samanta e logo depois olha para o chão


-Não você infelizmente esta certo, não vou matá-la, mas só faço isso por que não quero virar uma pessoa como ela.
-Isso mesmo Kiara.


Richard que estava de joelhos se levanta de vagar e vai até Kiara


-Vem cá meu amor


Richard abraça Kiara fortemente ela se desaba em lagrimas


-Calma meu amor acabou tudo acabou vamos lá pra fora
-Mas e ela?
-Eu acho que sua mãe não vai a lugar nenhum por um bom tempo


Richard e Kiara vão para o lado de fora do castelo, assim que eles abrem à porta do salão de entrada do castelo a única coisa que conseguiam ver era morte e destruição, muitas mortes tanto dos bruxos das trevas quanto dos bruxos do bem, pouco menos da metade dos bruxos do bem sobreviveram e muito mais da metade dos bruxos das trevas morreram e outros fugiram quando perceberam que não venceriam a guerra contra os Mursten.


Logo os Aurores chegaram ao castelo um deles trazia Derick são e salvo ao castelo o efeito do feitiço de Imobilização já havia passado.


-Kiara!


Derick já podendo andar normalmente corre até sua neta


-Minha querida o que foi que aconteceu com você?
-Nada vovô o importante é que tudo acabou
-Tem razão e você protegeu bem minha neta senhor Richard
-Protegi sim.
-É vô o Richard me protegeu e venceu a minha mãe
-Quer dizer que a Samanta esta morta?
-Não, pode ficar tranqüilo ela esta lá dentro imobilizada, mas onde o senhor estava?
-Fui imobilizado também pela Samanta, enquanto ela veio para cá um outro bruxo ficou me vigiando até que um dos aurores chegou e me resgatou.
-Ainda bem e onde esta o tal bruxo?
-Eu não sei ele conseguiu fugir

Logo em seguida um grito é escutado dentro do castelo os aurores se adiantam e vão na frente e logo atrás Derick e Richard trazendo Kiara apoiada no ombro.

]*NARRAÇÃO*
*FALAS DE KIARA*
*FALAS DE SAMANTA*
*FALAS DE RICHARD*
*FALAS DE DERICK*
*FEITIÇOS*

7 Re: Casa dos Boron em Seg Jun 08, 2009 5:17 pm

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Os guardas correm para dentro do castelo ao chegar um deles vai até o local onde Samanta deveria estar imóvel, ele se abaixa e olha atentamente o local.

-Vestígio de Aparatação
-Mas como?

Outro grito pode ser escutado do quarto do de Derick e Nira

-O que foi isso?
- Eu não sei, mas veio do quarto.
-Nira
-O que Nira esta lá sózinha?
-Esta eu a deixei no quarto de vocês e sai deixei ela descançando.

Todos correm para o quarto do casal ao chegar ao quarto eles encontram Nira caída no chão e ao seu lado de pé estava Samanta e o bruxo inimigo, Derick é o primeiro a chegar ao quarto ao ver Nira caída ele rapidamente se adianta em ajuda-la.

-Nira meu amor, por favor, o que você fez com ela Samanta?
-Não a matei se é o que esta pensando, eu só a torturei foi um meio de trazê-los aqui agora que estão todos aqui eu posso...

Logo em seguida os guardas e Richard com Kiara no ombro chegam, Kiara se desespera parecia não acreditar ao ver sua vó caída.

-ótimo que bom que vocês chegaram adoro platéia, aproveitem e diga adeus a eles.

Samanta lança um jato de energia que lança todos para fora do quarto logo em seguida seu servo lacra a porta pelo lado de fora os guardas tentaram entrar e derrubar a porta sem sucesso.

-Samanta não faça isso ainda da tempo de se salvar, deixe-os vivos Samanta eles são seus pais sangue do seu sangue, carne da sua carne, Samanta por favor.

Do lado de fora Richard tentava de todas as maneiras persuadir Samanta, mas não conseguem.

-Sabe me dói ter que fazer isso, mas vocês não me deixam escolha, só quero que vocês saibam de uma coisa ainda amo vocês dois adeus Avadakedavra.

O primeiro a morrer é Derick ele cai ao lado de Nira, Samanta se aproxima de Nira que continuava desmaiada ela olha para a mão com olhar de ódio e ternura algo difícil de explicar até mesmo para ela, Samanta direciona a varinha para o centro do peito de Nira.

-Avadakedavra

Logo em seguida os guardas conseguem entrar no quarto do casal onde encontram Derick e Nira mortos um do lado do outro, Samanta já não estava mais lá ela havia desaparecido, até que poucos anos mais tarde tudo leva a crer que ela esta de volta Robert agora corre um grande perigo e muitos mistérios sobre sua vida ainda precisam ser descobertos.

*NARRAÇÃO*
*FALAS DO GUARDA*
*FALAS DE DERICK*
*FALAS DE SAMANTA*
*FALAS DE KIARA*
*FALAS DE RICHARD*
*FEITIÇOS*

8 Re: Casa dos Boron em Qua Ago 19, 2009 4:46 pm

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
{Vindo da sala da Liga Ministerial}


NARRAÇÃO
FALAS: ROBERT, RICHARD

-----------------------------------------------------------------------------
Sem perder tempo Robert sai da lareira correndo o mais rapido que pode

ele sobe as escadas e vai até a biblioteca onde geralmente seu pai ficava ele entra na biblioteca e lá estava seu pai sentado na mesa em volta de vários livros.

-Pai até que enfim eu te achei, eu preciso da sua ajuda e rápido.

Richard se levanta da mesa e encara o filho com uma cara de poucos amigos,

Robert por conhecer cada gesto do rosto do pai já sabia que sair da escola em horário de aula e sem autorização acarretaria em uma grave punição.


-Robert o que faz aqui você deveria estar na escola à uma hora dessas, sabe muito bem que isso vai te custar caro não sabe?

Robert ainda tomando fôlego por ter corrido por quase toda a casa e ainda ter subido vários degraus se senta na cadeira perto da janela para tomar um pouco de ar ao se sentir melhor ele começa a falar.

-Olha pai eu sei disso, mas eu precisava vir até aqui pessoalmente, preciso que o senhor me ajude em dois casos já que o senhor trabalha na parte de investigações do Ministério pode ajudar.
-Vamos lá me conte o que é que você quer que eu te ajude.

Richard senta ao lado do filho, Robert começa a contar detalhe por detalhe do que estava acontecendo na escola, sobre a visão no banquete de boas vindas, sobre as mudanças de casas de Hogwarts e sobre o ataque a garota e sua visão do ataque, Richard se levanta com uma cara estranha e se poe a falar.

-Eu vou para o Ministério a tarde lá eu vejo se consigo falar com alguém que conheça algum Saint Mungus e peço para que ele vá a Hogwarts imediatamente, agora essas visões que você anda tendo já aconteceu antes.

Robert abaixa a cabeça como se tive-se feito algo errado

-Não exatamente as visões começaram no ano passado eu não disse nada para não alarmar ninguém
-Isso é um grande problema Robert você devia ter nos contado. Provavelmente já começou.
-O que já começou pai?
-Na hora certa você vai saber neste fim de semana seu irmão vai voltar da Escócia e vamos dar uma festa de Boas Vindas para ele traga seus amigos.
-O Derick vai voltar da Escócia?
-Exatamente, agora você tem que voltar para a escola antes que alguém de por sua falta.
-Tudo bem eu tenho um amigo que esta me dando cobertura
-Não creio nisso Robert você faz as coisas erradas ainda envolve seus amigos nisso – diz ele em um tom mais alterado – Robert volta para a escola depois falamos do seu castigo.4
-Ok, eu como fica o tal Saint Mungus?
-Eu vou resolver isso e te aviso.

Os dois descem as escadas e Richard leva Robert até a lareira pela qual ele chegou, Robert joga pó de Flu na Lareira com os seguintes dizeres Hogwarts sala Principal da Liga Ministerial.
Richard volta para a biblioteca pensativo ao chegar ele começa a procurar um livro em especial.

-Já esta na hora do Robert saber da verdade, agora que os poderes estão se desenvolvendo ficará cada vez mais difícil esconder o passado dele.



{Indo para Sala principal da Liga Ministerial}

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum