Venha ser um bruxo e jogar RPG no mundo de Harry Potter! Vagas ilimitadas!


--/--/----
Clima:
texto texto texto texto
texto texto texto texto
Início de Período:
--/--/----
Termino de Período:
--/--/----
Eventos: nada relevante


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Cabeça de Javali

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 2]

1 Re: Cabeça de Javali em Ter Jul 14, 2009 6:57 pm

Gregory Mittendorfer

avatar
Corvinal
Corvinal
~°~Narração~°~
|--Falas--|
*Pensamento*


~°~Mais um dia quente de verão. A rua que levava ao Cabeça de Javali estava deserta, como de costume, enquanto Gregory andava sem pressa até o bar. O silêncio é apenas interrompido regularmente pelo som baixo dos passos do garoto, até que ele se aproxima o suficiente para poder ouvir o ranger da placa no alto da construção. A famosa cabeça de javali decepada recebe apenas os clientes mais aventureiros e bizarros. O menino não demora para alcançar o cheiro que pode ser sentido a alguns metros da porta do recinto. Um cheiro de mofo e decomposição, como se abatessem animais dentro do lugar e não o limpassem nunca.~°~

*Ele deve guardar gente morta jogada por aí...não é possível...*

~°~Ao abrir a porta, o secundarista demora a entrar, pois o cheiro é muito mais forte dentro do bar. O chão é coberto por terra e as janelas fechadas sujas impedem a passagem da luz. A temperatura está muito mais alta do que do lado de fora. A fraca iluminação vêm das velas sobre as mesas rústicas. Um verdadeiro inferno. Ninguém que procurasse apenas por um lugar para beber uma cerveja amanteigada viria até ali. O lugar era perfeito para o mercado negro, reuniões secretas e encontros às escuras.~°~

~°~Gregory se senta em uma mesa afastada, sozinho. O bar está vazio a não ser pela presença de dois homens troncudos mascarados sentados em uma mesa com uma balança, fazendo medições de objetos e artefatos que o estudante não se interessou em descobrir o que eram. O velho atendente vai até a mesa suja e pergunta o que o jovem desejaria consumir.~°~

|--Treze cervejas, por favor. E também quero que você junte as mesas para que caibam mais alguns colegas, se for possível.--|

~°~O velho aceita o ouro num gesto automático e empurra com dificuldade duas mesas para que fiquem próximas enquanto o garoto o assiste com um olhar indiferente. Resmunga alguma coisa e se retira até o bar para encher os copos. Gregory aguarda ansioso pela chegada dos colegas.~°~

2 Re: Cabeça de Javali em Ter Jul 14, 2009 7:57 pm

Graziela Fernandes

avatar
Graziela chegando no Cabeça de Javali, um lugar estranho e sinistro que quase não era freqüentado por pessoas ‘normais’, ela vê um garoto sentado em uma mesa afastado e sozinho.
-Olá! Meu nome é Graziela Fernandes, acho que me mandou uma coruja...-disse Graziela estendendo a mão para o rapaz que não conhecia.


-----
OFF: considere “coruja” como “MP” Smile

3 Re: Cabeça de Javali em Ter Jul 14, 2009 9:44 pm

Sibytus Stravius

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Sibyus e Marina andavam por Hogsmeade, estavam indo para o Cabeça de Javali, iriam atender a um chamado de um amigo.

não fazia muito tempo, aproximadamente um ano, eles estavam nessa mesma situação, indo ao cabeça de Javali para encontrar amigos e formar um grupo de estudos, aquilo trazia boas lembranças a Sibytus, que quando ia se aproximando do local, apertava a mão de Marina com mais força demonstrando uma especie de agitação em se aproximar do local...


Ao entrarem no local, ja observaram que Gregory e Grazi haviam chego, havia tambem 2 mesas grandes, parecia que ia acontecer uma festa.
-Creio eu que esse bar nunca viu tanta gente assim

Sibytus da um leve sorriso com o seu pensamento

Se aproxima dos dois ja presentes no local e diz...

-Viemos em resposta a coruja recebida, como estão voces dois?

Sibytus tentava ser o mais cordial possivel, porem aquilo não era o seu forte.

4 Re: Cabeça de Javali em Ter Jul 14, 2009 11:17 pm

Marina Angela

avatar
Depois de vagar muito tempo pelas ruas de Hogsmeade pensando em tudo o que aconteceu no Tres Vassoura parou um pouco em baixo de uma árvore. Fechou os olhos e repassou todo o acontecido momentos antes.
O som dos nós dos dedos de Charlotte acertando do rosto do TRAIDOR ainda ecoava em seus ouvidos. Era preciso confessar que ela sentiu uma certa inveja da colega ao ve-la tomar tal atitude. Estranhamente sorriu por dentro na ocasiao. Mas ao perceber a dimensao que tudo tomara, o riso morreu em seus lábios e correu para acudir Jack. Ainda tinha muita afeiçao pelo rapaz. E a amizade que sentia por ele era sincera.

Ouvir tudo o que Ctaaciug falou depois, mesmo estando machucado severamente, foi como acordar para um outro lado da mesma realidade. Seria ele digno do beneficio da dúvida. Nao estando envolvida emocionalmente com ele, como a amiga Charlie estava, era outro seu modo de ver o ocorrido.
No entanto, por mais que pensassse de forma racional, e avaliasse o ponto de vista recem apresentado, seu lado prática dizia que era coerente o argumento apresentado. Mas algo que ela nao sabia explicar ainda doia dentro dela.

Tudo a seu tempo.

Abriu os olhos a tempo de ver um vulto alto e forte se delineando no horizonte. Levantou batendo a poeira grudada no vestido leve e fresco, como se assim pudesse também desprender dela a angustia aderida. Correu feliz para encontrá-lo.

- Boa tarde amor! - e aceitando o abraço e o beijo caloroso, deixou-se conduzir pelas ruas do vilaregio. - Sim, recebi o mesmo convite.
A medida que andavam ela foi contando a ele o que ocorrera no outro bar momentos antes. E chegando ao seu destino nao pode deixar de parar por um momento. O cheiro era horrível, pior que aquele que vinha do laboratório de sua mae quando uma poçao dava absurdamente errada.

Era a primeira vez que colocaria os pés naquele lugar. No ano anterior nao pudera ir, agora era respirar fundo e entrar. A mao firme de Sibytus na sua lhe deu animo, e o acompanhou porta a dentro. Nada poderia ser pior do que o calor que fazia lá fora.
A primeira pessoa que viu foi Graziela e só depois viu Gregory um pouco mais a sombra.

- Olá gente, tudo bem? Alguém já pediu alguma coisa para se beber aqui ou é uma festa de camelos isso??? - riu da piada boba, mas a garganta implorava por algo que aliviasse a sensaçao de ter almoçado o Deserto do Saara.


_________________

5 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 15, 2009 4:12 am

Charlotte Smith

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
OFF : Considerando então que é depois do episódio no três vassouras... Vide o post da Marina.


O verão da Inglaterra não era dos mais quentes, mais só de imaginar o sol encostando-se às paredes daquele pardieiro chamado “Cabeça de Javali”, já dava para ter uma leve noção de como estaria o clima lá dentro... As paredes verdes cobertas por algum tipo de mofo ou sabe lá Deus o que era aquela crosta que lembrava um pão embolorado, impregnavam suas narinas com um cheiro semelhante a um cadáver de elfo doméstico, depois de passado três dias do óbito.

Sua cabeça ainda pesava tentando processar os acontecimentos anteriores, embora estivesse um pouco mais calma, não estava a fim de tocar no assunto... Ela entrou no “bar” sozinha com a carta de Gregory na mão, trajando um vestido delicado em tom bege e botas pesadas sem salto de couro preto. Em uma mesa, alguns amigos se sentavam e o homem com aparência de bêbado ia entregando cerveja amanteigada pra todo mundo que estava lá... Ela sorriu sem graça para Marina e Grazy que tinham acabado de presenciar a cena grotesca que ela protagonizou no três vassouras.

–Oi para todo mundo! Um meio sorriso surgiu no seu rosto e ela se sentou em uma das cadeiras vagas esperando que alguém começasse a reunião.

6 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 15, 2009 10:10 am

Graziela Fernandes

avatar
Graziela se distraia com a chegada de Marina e Sibytus.
-Mari...Tudo bem com você?-disse Graziela dando um abraço na amiga, e com um aceno ela cumprimenta Sybitus.

Alguns instantes depois chega Charlotte, Graziela vai em direção a outra amiga e a abraça:
-Esta mais calma...?

7 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 15, 2009 10:30 am

Fayra Morrigan

avatar
Sonserina
Sonserina
O calor era insuportável uma garota que viera do Pais de Gales,
onde quase sempre nevava, era torturante sentir os raios de sol tocando a pele.

"Reconstituição da Armada, sim precisamos de pessoas confiáveis dessa vez,
inclusive você mocinha"

Diz Fay para si mesma, enfim ela chega a frente do bar,
levantando de leve o capuz que a cobria, ela olha a aparência dantesca que o lugar tinha,
quase que seus pés dão meia volta e correm para o Três Vassouras,
mas ela respira fundo (o que ja era bem difícil devido ao mal cheiro)
e entra no bar, e tira o pesado capuz que protegia sua pele da luz solar,
ao tirar sua proteção, a pele de Fay se arrepia recebendo o ar quente,
ela pendura o casaco perto da porta e ajeitando as vestes pretas, segue para a mesa.



Oláá... bom vejo que todos recebemos o mesmo comunicado...

Diz ela se sentando de frente a Gregory.


_________________

8 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 15, 2009 12:06 pm

Gregory Mittendorfer

avatar
Corvinal
Corvinal
~°~Narração~°~
|--Falas--|
*Pensamento*


~°~Se passam alguns minutos até que a porta volta a se abrir com aquele rangido que causa arrepios. Uma garota de cabelos castanhos e olhos escuros bonitos atravessa a passagem. Era uma aluna do segundo ano de Hogwarts, Graziela. Ela se aproxima cautelosa da mesa em que Gregory estava sentado e estende a mão para o garoto num gesto amigável.~°~

|--Sim, fui eu que mandei. Pode me chamar de Greg. Fique à vontade, puxe uma cadeira. Ouvi falar muito bem de você.--|

~°~O garoto ficou feliz que deram atenção ao convite, mas seu rosto não deixa transparecer. A porta se abriu mais uma vez, assim que Graziela havia se acomodado em uma das cadeiras velhas. Eram dois alunos dessa vez. Marina, a menina que fora sua dupla em DCAT, e um garoto que Gregory identificou como seu namorado, de mãos entrelaçadas com ela. Eles se aproximaram juntos e Marina só olhou na direção de Gregory quando já estava bem próxima da mesa. O namorado tinha uma expressão extremamente contente, fosse por sua namorada ou por estar fazendo parte daquilo tudo, ao contrário do menino já sentado que encarava os recém-chegados com um ar suave e um sorriso discreto no rosto.~°~

|--Olá gente, tudo bem? Alguém já pediu alguma coisa para se beber aqui ou é uma festa de camelos isso???--|

~°~Gregory não riu da piada, apenas se apresentou ao garoto e convidou os colegas para se sentarem. Apontou para o balconista que trazia quatro copos espumando, cheios até a boca com cerveja amanteigada. Quando o velho colocou as bebidas na mesa, os olhos correram pelos copos com agilidade. Todos visivelmente sujos.~°~

|--Hoje é por minha conta.--|

~°~Poucos segundos depois, quem chega é Charlotte. A garota está sozinha, os cabelos um pouco desarrumados e seu rosto parece abalado. Ela entra com passos curtos, recebe um abraço forte de Graziela e abre um sorriso de lado para todos. Senta em uma das cadeiras desocupadas com os olhos pesados e cansados e aguarda calada.~°~

*Espero que hoje você não esteja com fôlego para briga...Fica boazinha, só por um dia vai...*

~°~Metade do copo de Gregory já estava vazio, assim como o de todos. A outra metade estava jogada no chão, onde foi parar graças a um movimento rápido e notado apenas pelo homem no bar que resmungou alguma coisa alto, interrompido pelo ranger da porta. Mais uma garota havia chegado. Ruiva, de pele branca, vestindo um casaco com capuz. Ela o pendura próximo à porta e um vestido preto passa a cobrir seu corpo. O cabelo balança enquanto anda até a mesa e cumprimenta os amigos. Puxa uma das cadeiras de madeira e fica sentada de frente para Gregory. O garoto a encara em seus olhos azuis por um instante até que o velho balconista traz uma cerveja para Charlotte e uma para Fayra.~°~

|--Vamos esperar por mais dez minutos. Ainda há mais alguns amigos que estamos esperando. Tranquilo para todos, alguém com pressa?--|

9 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 15, 2009 1:58 pm

Lucian Morrigan

avatar
Monitor
Monitor
Sua pele gritava com ele em protesto ao calor que estava submetida, acostumado com o frio, Lucian não suportava o calor que fazia naquele verão, ele seguia pelas ruas de Hogsmeade com um ventiladorzinho nas mãos, mais uma bugiganga trouxa de grande utilidade, ele vê o bar ao longe, em um beco escuro de toda a iluminada Rua, era estranho, mas era lá que fora tudo marcado. Com passos um pouco mais leve ele vai em direção ao bar, a porta suja e descascada não era nenhum pouco convidativa mas ele a abre assim mesmo. Lá dentro o bar estava vazio e escuro, seus olhos ainda estavam se acostumando com a diferença de luz, quando ele avista as formas no canto mais longe do salão.

A passos longos ele se aproxima do grupo, vai direto para Gregory, e estendendo a mão para ele comenta – Oi Greg, vejo que nossa reunião ainda não esta completa, faltam muitos ? – Lucian estava mais concentrado que o normal, ele cumprimenta a todos, com um breve sorriso, antes de se sentar, ele vai até Fayra e bagunça seu cabelo de leve, com um rápido “oi”, logo depois ele vai para uma cadeira vazia ao lado de Charlotte, e com um selinho suave ele acaricia sua face dizendo “oi” a ela também.

10 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 15, 2009 7:39 pm

Dhacob Sôty

avatar
Corvinal
Corvinal
Dhacob chega sem reparar na decoração e um pouco atrasado e pega o Lucian conversando com os outros.

citação:
-Vejo que nossa reunião ainda não esta completa.

Dhacob quase que interrompendo. -Falta menos um, Smile presente! Dhac com um sorriso no rosto e com cara de gozação pros colegas.

-Oi pra todos! Estou muito atrasado? Rolling Eyes



Última edição por Dhacob Sôty em Sex Jul 17, 2009 1:29 pm, editado 1 vez(es)

11 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 15, 2009 11:38 pm

Evilin Stenny

avatar
Monitora
Monitora
No topo de uma ladeira perto da rua principal de Hogsmeade é possível ver uma pequena estalagem. Um letreiro velho de madeira prende sobre a porta escrita “Cabeça de Javali”. Evilin sobe a pequena ladeira correndo, com o sol esquentando sua nuca. Já cansada ela para em frente à porta do bar, o mau cheiro começava a inundar suas narinas a sua respiração ofegante e cansada provavelmente dava para se ouvir de dentro da estalagem, ela empurra a porta devagar cambaleando, e ao abrir da porta seu pé prende no assoalho do piso sujo e ela cai de peito no chão, seu rosto se suja da poeira alastrada no lugar. Ela ouve alguns gritinhos abafados e então se levanta lentamente limpando os joelhos e o resto da roupa. O lugar era escuro e sujo, a poeira morava ali dentro e parecia não sair tão cedo. Olhando ao canto Evilin vê seus amigos olhando-a meio assustados e em uma mesa do outro lado do bar dois homens mascarados com uma balança. Evilin toda sem graça passa mancando pelo balcão ate chegar à mesa dos colegas.

- O-olá gen-gent-te – Engasga as palavras se recompondo - Ah me desculpem a demora eu me perdi por um momento na loja Dedosdemel. – Dizia de cabeça baixa toda vermelha de vergonha – Ah eu perdi alguma coisa? – Pergunta olhando diretamente a Gregory, uma historia estranhamente resolvida do ano passado que Evilin decidiu esquecer e deu bola pra frente.

“Nossa tem bastante gente aqui! Será que cheguei muito tarde?” Pensa olhando pra todos aqueles lindos rostinhos ali presentes.

12 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 15, 2009 11:43 pm

Petrick Stamberlee

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
E lá estava vila de Hogsmeade com as arvores secas, a terra das ruas fervendo com o calor do sol que batia no chão, e o pior de tudo sem nenhum vento para refresca, logo ao chegar a vila ele se depara com os chalés, todas de janelas abertas, mais era inútil o calor ainda ganhava, ele estava caminhando indo direto para o cabeça-de-javali por causa de uma carta que recebeu pela janela de seu quarto enquanto fazia tarefa de casa, seria a primeira vez que ele iria ao cabeça-de-javali, estava curioso para ver como era por dentro, depois de andar mais um pouco ele avista o local.

-Será que é esse lugar mesmo? Por que se for é um ótimo lugar para matar alguém, se é que já não fizeram isso.

Quando chega perto do local que cheirava a mofo, ele vê uma pequena placa com um javali desenhado no meio, sim agora tinha certeza que era ali mesmo, ele põem a mão na maçaneta e abre a porta, depois a fecha tirando sua mão que agora estava com uma camada absurda de poeira, ele fala baixinho dando risada.

-Nossa esse lugar é mais sujo que banheiro público de estação de trem.

Ele resmungava e só depois vê a quantidade de alunos que ali se encontrava, não conhecia quase ninguém, mais o bastante para se sentir a vontade, ainda mais por que Evilin estava ali também.

-Hãm... Oi! Epero que não tenho chegado muito em cima da hora.

Ele ficou um pouco nervoso não gostava quando um monte de gente o olhava ao mesmo tempo, isso o deixava um pouco sem graça, ele vai até Evilin e a cumprimenta dando um abraço e um beijo no rosto.

-Oi nossa você também aqui, espero que eu não tenha chegado muito tarde.

Depois de cumprimenta-la, ele vai até o autor da carta e estende sua mão para cumprimenta-lo.

-Prazer.

13 Re: Cabeça de Javali em Sex Jul 17, 2009 4:07 pm

Gregory Mittendorfer

avatar
Corvinal
Corvinal
~°~Narração~°~
|--Falas--|
*Pensamento*


~°~Poucos minutos após a chegada de Fayra, Lucian passa pela porta e se aproxima rápido do grupo. É o primeiro convidado que vai direto na direção de Gregory, encarando o colega nos olhos, e o cumprimenta com um aperto forte de mão. Uma gota de suor escorre pelo lado de sua face. Não devia estar à vontade sobre o calor do verão.~°~

|--Oi Greg, vejo que nossa reunião ainda não esta completa, faltam muitos ?--|

~°~Antes da resposta, mais um estudante aparece. O parceiro de quarto de Gregory. Ele já está atrás de do autor da pergunta quando é notado pelos colegas e responde o garoto no cosumeiro tom brincalhão. Lucian ignora a resposta e, enquanto procura uma cadeira vazia ao lado de Charlotte, Dhacob se desculpa pelo atraso e puxa uma cadeira bamba para si. Todos sentados, o atendente traz duas cervejas para os dois meninos e troca os copos já vazios por copos cheios. Os dez minutos vão chegando ao fim, mas o tempo foi sufisciente para que mais dois alunos chegassem. Evilin, uma monitora do segundo ano, um pouco tímida e distraída é a primeira. Ela pede perdão aos amigos e passa os belos olhos claros por todos os presentes antes de se acomodar em um dos assentos vagos. Um pouco depois é a vez de Revinos, o namorado da recém-chegada. Ele também parece um pouco retraído, mas é bonito e atraente. Cumprimenta Gregory formalmente e vai se sentar ao lado da namorada. O décimo minuto traz consigo a voz do secundarista autor de todas as cartas que trouxeram os presentes àquela imundice.~°~

|--Se não estou errado, já se foram os dez minutos que eu havia proposto. Vamos dar início. Primeiro quero agradecer a presença de vocês e a atenção que deram às cartas. Fico feliz, pois unidos será mais fácil realizar o que quer que seja.--|

~°~O garoto era sincero. Falava com entusiasmo e um sorriso sempre surgia entre as frases. Os ouvintes o encaravam fixamente com atenção, não haviam andado até aquele espaço hostil sem motivo. As palavras saíam baixas, os alunos que escolheram lugares afastados do discursor tinham que se inclinar para frente se quisessem ouvir tudo o que era dito. O ritmo era calmo, disfarçando as velozes batidas do coração.~°~

|--Eu chamei vocês aqui, para que possamos discutir algumas decisões que não poderia tomar sozinho sem tornar o grupo individualista. Quero que todos vocês façam parte e concordem com cada decisão que for tomada aqui dentro. A primeira delas é sobre a situação em que se encontra Ctaaciug. Eu não tenho qualquer opnião formada, mas sei que além de ser um ótimo e influente aluno, ele não é querido por alguns. Por isso não pude convidá-lo para nossa primeira reunião. Eu quero que decidam se ele deve ou não fazer parte de nossa sociedade. Os que votarem a favor, por favor, não se esqueçam que estão também o colocando numa posição de confiança e saibam que ele terá acesso a tudo o que fizermos. Por isso se não houver confiança absoluta, peço que não se deixem levar por influências. Cada um de vocês terá direito a um voto secreto. O voto não é obrigatório, eu nesse caso não vou votar.--|

*Espero que esteja fazendo a coisa certa.*

14 Re: Cabeça de Javali em Sex Jul 17, 2009 4:27 pm

Fayra Morrigan

avatar
Sonserina
Sonserina
Fay se endireita na mesa, ficando com o corpo um pouco mais ereto
e enquanto arrumava distraída os cabelos que Lucian bagunçou Greg começa a falar.

A ruivinha espera que ele termine, e então seus olhos azuis ofuscantes
vao em direção a todos na mesa, voltando aos olhos de Greg.

Bom .. antes de vcs votarem, quero dizer uma coisa,
não estou influenciando ninguem, e tambem não quero parecer muito obtusa,
mas todos aqui sabem que eu sou amiga do Ctaaciug, gosto de sua companhia,
e não escondo isso. Mas eu não queria que isso influênciasse na nossa reunião,
e todos aqui estão cientes de que eles nos provou que agiu por impulso
quando nos denunciou a Sociedade Negra, e mesmo ele nos dizendo os motivos
eu mesma não me convenci muito.

Então peço que vcs analisem essa atitude,
se ele agiu por impulso, mesmo que fosse para ajudar
o que impediria que ele agisse por impulso novamente ?
na cabeça dele, pode ser para conseguir mais confiança,
ou ajuda, ou aprovação, o que for ... Mas ele nem sempre pode estar certo...
e isso é perigoso demais para nós ...

Avaliem isso, ele é bem inteligente, mas é confiável ?


_________________

15 Re: Cabeça de Javali em Sab Jul 18, 2009 1:56 am

Louise MacDougal

avatar
Atrasada!



{Narração}
Falas

{Uma vez me disseram que correr de salto alto não era uma boa idéia e puxa, essa pessoa era um sábio! Eu sabia que estava atrasada, altamente atrasada, extremamente, consideravelmente. Mas também haviam me dito que antes tarde do que nunca e eu espero sinceramente que quem me disse isso esteja certo do que estava falando.

Eu parecia mais uma pata-choca tentando correr em direção ao local que a carta indicava, se um dia alguém conseguir correr elegantemente e muito rápido encima de um salto, pode ter certeza de que eu pagarei muito dinheiro para esse gênio equilibrista.

Não parei um só segundo, quem me via poderia achar que eu era pirada, louca, que não batia bem da cabeça. Meu cabelo pulava enquanto eu corria e meus dedinhos dos pés estavam muito apertados e quando eu digo muito, pode acreditar, eles estão muito apertados.

A minha roupa estava casual para o dia, nem um pouco exagerada e nem muito simples, estava bacana. Quase não dera tempo para eu me arrumar, acordei atrasada e para ajudar, meu cabelo estava impossível pela manhã. Tanto que eu tive deixá-lo muito molhado para que ficasse descente.

Eu estava com a respiração ofegante ao chegar em frente ao lugar que indicava ser o “Cabeça de Javali”. Argh, ali era nojento, como alguém em sã consciência pode marcar algo naquele local desprezível? Já estava virando rotina eu ficar correndo, brevemente eu ficaria com o corpo todo definido só por correr por esses locais.

Parei um pouco antes de entrar, dobrei as duas pernas rapidamente, uma de cada vez, apenas para descansá-las. Entrei, o cheiro era horripilante, com certeza eu não recomendaria aquele muquifo para ninguém.

E ali estavam vários alunos reunidos, inclusive Gregory, o garoto que eu havia conhecido no jardim e Charlotte, monitora de minha casa.

Dei um sorrisinho amarelado para eles, estava incrivelmente envergonhada por estar atrasada e pelo jeito eles já haviam começado, pois uma garota ruiva falava quando eu entrei.}


-Espero não estar muito atrasada. {– eu disse super sem-graça, se tivesse como, cavava um buraco no chão e enfiava minha cabeça lá, como os avestruzes fazem.

Sentei-me em qualquer lugar, cruzei as pernas e fiquei olhando para Gregory distraída, eu havia pego o bonde andando e não estava entendendo absolutamente nada. Do que será que estavam falando? Não fazia a mínima idéia.}


Spoiler:
OFF-Sorry pela demora, não era minha intensão.
A roupa de Louise é a mesma do avatar.

16 Re: Cabeça de Javali em Dom Jul 19, 2009 12:09 am

Sibytus Stravius

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Sibytus ate entao, tomava sua cerveja ao lado de sua namorada, via os demais chegaram para a reunião e comprimentava a todos apenas com um aceno de cabeça...

Apos alguns minutos Gregory começa a reunião, e toca no assunto sobre Ctaaciug entrar ou não para o novo grupo, Sibyte sabia do ocorrido no tres vassouras a pouco tempo atras, Marina havia acabado de lhe contar, Sabia da traição de ctaaciug, porem ele era extremamente estrategista, e era o unico em toda a escola que Sibytus sentia um pouco de medo, não seria agradavel não te-lo do seu lado mais uma vez em tempo dificeis...

-Eu voto pra ele entrar, e falo abertamente para que todos saibam a minha opinião

Alguns olharam espantados para Sibytus, esse não ligou apenas se calou e continuou a beber sua cerveja o resto que ainda lhe sobrava na caneca.

17 Re: Cabeça de Javali em Dom Jul 19, 2009 5:31 pm

Petrick Stamberlee

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Depois de um longo tempo de conversa a reunião começa, Gregory iniciou falando sobre um aluno chamado Ctaaciug, revinos não sabia o que fazer, ele nunca ouviu fala sobre esse aluno, seria confiável? Ou não? Gregory disse que ele não era querido por alguns, isso não era bom, mas todos tem inimigos, ele então decidiu não votar.

Eu não votarei, eu não posso votar em uma pessoa que eu nunca conheci, não sei se é confiável ou não.

18 Re: Cabeça de Javali em Seg Jul 20, 2009 4:52 am

Marina Angela

avatar
A raiva que consumia Marina em parte se dissipou com a ataque de Chalotte a Ctaaciug e a outra parte se esvaiu de vez quando conversando com o namorado, viu o ponto de vista dele.

Agora Greg questionava a participação dele naquela empreitada, vendo alguns indecisos, ficou perplexa pelo depoimento de Fayra. Aquela ruiva estava com a cabeça onde? Até poucos momentos atrás era só sorrisos com o réu do momento, tomando cerveja amanteigada no Tres Vassouras. Para logo depois sugerir que ele era uma pessoa instável e descontrolada? Lembrava muito bem de como ela agira estranho na época de organizar a armada original. E de como tinha sumido depois. Tanto que na hora de rolarem as cabeças , a dela não estava na mesma bandeja que foi servida ao diretor, lá estavam apenas Charlie, Marina e Siby.

- Colegas, quero apenas reforçar o que Siby acabou de falar - e dando um beijo delicado no namorado voltou-se para os presentes - Nosso colega não haveria sido escolhido para pertecer a antiga casa Corvinal se não fosse inteligente e astuto. E são de pessoas assim que precisamos do nosso lado.

- Greg, não estou entendendo o motivo dessa votação. Você pode me esclarecer o porque disso?

-----------------------off-------------

Preciso de esclarecimentos, estou confusa :

1) o fato dos lideres da armada ter sido traidos é do conhecimentos de todos ou isso é um metajogo????

nao encontrei o post do jantar de final de ano, alguem sabe me dizer se o diretor falou claramente em ON que ele entregou os lideres da armada?

2) se falou entao vou mudar meu post, mas ainda concordo com o Siby

3) se nao falou, só quem sabe sao os 3 interessados e a grazie que contou, porque para o pessoal da sociedade secreta ele era um membro deles, entao nao traiu ninguem e os outros membros da armada ainda não sabem, e essa votação não tem porque estar acontecendo.


_________________

19 Re: Cabeça de Javali em Seg Jul 20, 2009 5:23 am

Charlotte Smith

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Ora ora, quem diria... Marina e Sibytus se rebelando, como se não levasse em consideração tudo o que o garoto tinha feito ainda optavam pelo lado dele, era de se esperar... Pelo menos votaram em alto e bom som para que ela tivesse o privilegio de acordar pra vida e saber da verdade... Como é bom ser político e bonzinho pela frente, deixe que outro leve a fama de vilão, e que coisa... Esse papel lhe caia muito bem.

–Sou totalmente contra porque não tenho um pingo de confiança nele! Não vou arriscar a armada por mais uma tentativa, cada um sabe o que está em jogo.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Off: Pensei que a Fayra, tinha acabado de falar sobre a traição e a Charlotte contou para ela no quarto da liga Comunal, então sim... Ela sabe e agora todos estão cientes!

20 Re: Cabeça de Javali em Seg Jul 20, 2009 5:55 am

Jack Lennox Vivaldi

avatar
Lufa-Lufa
Lufa-Lufa
Jack seguia por Hogsmeade em direção ao cabeça de javali... andava bravo e com Arthur atrás... Um auror enorme e com a varinha em punhos, que olhava para os lados enquanto falava...

- É perigoso senhor!

Jack vira-se rapidamente e fala em um tom calmo...

- Arthur... Já falei... Então não me siga...

Jack estava na porta do cabeça de javali quando Arthur virou-se de costas... Ele iria ficar ali fora e prometeu só entrar quando chamado ou caso escutasse algo suspeito... Assim que abriu a porta viu todos reunidos, então ele percebeu que Louise ainda estava de pé, então não estava tão atrasado... Quando viu que a garota se desculpava, até riu e abraçou-a... O grande distintivo de monitor estava brilhando de tão limpo e conservado, Jack havia pesquisado uma maneira de deixar o distintivo impermeavel... E conseguira... Então ele faz com que a garota de mais alguns passos até chegar perto do grupo...

- Eles não começariam sem que todos os que confirmaram a presença estivessem senhorita Eloise...

Mas de fato haviam começado, Jack ficou sério enquanto olhava para seus "amigos"... Então puxou uma cadeira para que a amiga sentasse... Ainda em pé ele ficou esperando a resposta de alguem...



Última edição por Jack Lennox Vivaldi em Seg Jul 20, 2009 1:38 pm, editado 1 vez(es)


_________________
"Um homem tem de amar a paz, mas se não conseguir lutar com todas as suas forças, nunca terá paz...".

21 Re: Cabeça de Javali em Seg Jul 20, 2009 9:29 am

Fayra Morrigan

avatar
Sonserina
Sonserina
Fayra Observa os votos de todos com calma e uma tranquilidade aparente

Bom, é isso aí...
como eu disse eu gosto dele, mas nem sempre suas atitudes estão certas,
então eu prefiro não votar, até porque eu gostaria que ele estivesse conosco,
mas não quero arriscar a armada... não agora que eu realmente acredito nela...


Diz ela segura de si enquanto despejava devagar a cerveja num vaso de
flores quase mortas que estavam próximas a janela. Era o que ela podia fazer,
ela estava pensando friamente, sem deixar sua afeição pelo Corviniano atrapalhar,
ou colocar em risco o grupo.


_________________

22 Re: Cabeça de Javali em Seg Jul 20, 2009 12:44 pm

Gregory Mittendorfer

avatar
Corvinal
Corvinal
OFF:
Marina, a traição de Ctaaciug não é do conhecimento de todos, por isso mesmo eu escrevi assim no post anterior: "Eu não tenho qualquer opnião formada, mas sei que além de ser um ótimo e influente aluno, ele não é querido por alguns.".
Isso quer dizer que eu não sei o que aconteceu, mas acontecimentos e falas como "Porque ele é um traidor da pior espécie Gregory. E não merece que meus olhos se abatam sobre ele." ou ainda "Digamos que eu tenha partido a cara dele ao mei..." são suficientes para que Gregory possa entender que ele não é querido por alguns componentes da armada, o motivo para que haja uma votação visando sua participação. Gregory não poderia convidá-lo sem saber antes quantos alunos discordariam de sua decisão.

23 Re: Cabeça de Javali em Seg Jul 20, 2009 1:11 pm

Marina Angela

avatar
off

Sugiro que este tópico permaneça congelado até a administração resolver se é ou não meta jogo. Porque como eu disse, a unica com motivo real para odiar ele é a Charlotte. Isso não é motivo para votáção..


_________________

24 Re: Cabeça de Javali em Seg Jul 20, 2009 4:57 pm

Kaileena Harumo

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Devido a queixa, estarei levando o assunto para a administração e relendo o topico, se for comprovado metajogo ou quebra de regras entraremos em contato. Por favor, manter esta parte do jogo congelada.

25 Re: Cabeça de Javali em Sab Jul 25, 2009 2:19 am

Marina Angela

avatar
Jogo autorizado pela administração a prosseguir, por ter conteudos ocorridos na sala da liga comunal que´não era do meu conhecimento.

Favor desconsiderar que essa reunião esteja ocorrendo logo apos o episódio do tres vassouras,


_________________

26 Re: Cabeça de Javali em Ter Jul 28, 2009 1:46 am

Charlotte Smith

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Ela esperou que Fayra terminasse de falar e apenas a ouviu com atenção... Alguns minutos depois e o silêncio voltava a reinar no cabeça de javali embora o cheiro continuasse o mesmo, suas mãos foram até as vestes e ela procurou pela varinha, então em um movimento preciso e com a voz firme ainda engolindo aquele sapo, disse:

– “Abaffiato” A barreira de som foi feita ao reder deles e agora ela ia se deixar esclarecer, até o dono do bar que limpava um copo com um trapo de pano imundo não ia ouvir, alias, dali ele deveria ser o mais confiável, quantas conversar suspeitas e já deve ter ouvido? Sabe-se lá.

–Bom, senhores e senhoritas... Como podem ver, eu não fiquei contente com a decisão de vocês e obviamente vocês tão pouco se lixando pra minha opinião... Ela fez uma pausa e deu um gole curto na cerveja amanteigada. –Mais devo pedir que reconsiderem, e eu vou lhes dizer o porque.

–Não é do conhecimento de todos aqui, mais também já não é nenhum segredo que no ano passado uma armada foi feita, e como meus colegas deixaram claro, mostrando que supostamente só eu tenho um desafeto com o réu, se me permitem chamá-lo assim... Eu era a líder da armada... Nenhum deles, eu era, se é assim que eles colocam as coisas não é.. Eu sou a lider estressadinha que não conseguiu superar o fora... vamos lá, colocando as coisas na visão deles! Será esse o motivo por só eu achá-lo um traidor? Não, não é.

–Na cabeça deles, eu sinto que minha inteligência é diminuída, como se eu fosse contra essa pessoa por antigos desafetos amorosos, e bem isso me chateia embora não venha ao caso, pois darei motivos suficientes a vocês para que no final concordem comigo, se ele é ou não um traidor.


–O primeiro deles, é que se fosse por esse motivo da paixãozinha mal correspondia como eles secretamente pensam e não me dizem. Por um breve momento ela olhou para Marina e Sibytus e revirou os olhos ironicamente. –Porque eu teria continuado a incluí-lo na armada? Porque eu o teria chamado entre apenas alguns da armada para participar do meu mais secreto plano Que alias, incluía: Sibytus, Marina, Fayra e Lucian? Porque o convidaria para passar as férias na minha casa? Só eu acho isso estranho?... Ela esperou que alguém a respondesse mais ninguém o fez.

– Modesta parte eu acho que soube levar muito bem as coisas... Mais prosseguindo! O segundo motivo que eu tenho para vocês é deixar tudo as claras para que de uma vez por todas, todos aqui entendam do que eu estou falando e não sejam imparciais e fujam como ratos dizendo que vota em branco! Pensem comigo...

– Nós tínhamos uma armada secreta, e mais tarde descobrimos que o próprio Wise formou uma sociedade para nos pegar, embora fosse difícil para eles saberem exatamente de quem estavam atrás... Até que entre nós surgiu o Judas, que por vontade própria foi até eles e nos entregou, e olha que coisa... Nos veio com a desculpinha de que estava infiltrado depois que descobrimos, mais o que não muda o fato de que o meu nome, o nome do meu namorado, o do meu amigo que já era maior de idade e poderia tranquilamente passar as férias em Azkaban, Marina, Sibytus e Fayra estava na lista deles!

– E sim, ele poderia mesmo estar infiltrado, mais me pergunto se alguma vez eu prejudiquei o grupo sem que todos estivessem cientes do risco? Estão aqui os quatro para me responder sinceramente, porque sinceramente pra mim éramos um grupo, nunca me diferenciei de vocês, ou teria eu sozinha ido atrás do que queria, mais vejo que agora me pintam como a líder que tem o direito de ficar bravinha... Muito me espanta os dois votos desses sonserinos mais eu entendo que a peçonha está no sangue, não posso culpá-los!

– Terceiro, até onde vai meu humilde conhecimento... Quem se infiltra traz informações, ou ao menos avisa que está infiltrado, mais ele estranhamente nunca veio até nós e se não fosse por um Ex membro da sociedade negra, nós nunca teríamos conhecimento disso, nós nunca ficamos sabendo uma vírgula sobre a sociedade, nem o que eram, nem quem fazia parte e nem nada... Que tipo de infiltrado é esse? Que não filtra merda nenhuma? Só eu acho isso estranho?

– Agora me pergunto... Porque Marina e Sibytus vão a favor dele? Eu também não sei... Não foi o bastante ele ter arriscado o meu nome, o nome de vocês lá? E todos sermos expulsos? Porque o Carlson ia nos ensinar magia de nível alto e se o Wise pegasse com sorte nós estaríamos estudando no pólo norte... Será que vocês não pensam que não é só por mim ou pela tal paixãozinha que vocês acham que eu sinto ou sei lá, mais sim por vocês que me coloco contra eles e vocês preferiram agradar ele a me agradar?



Última edição por Charlotte Smith em Ter Jul 28, 2009 1:53 am, editado 2 vez(es)

27 Re: Cabeça de Javali em Ter Jul 28, 2009 1:48 am

Charlotte Smith

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
–Você Stravius, enche a boca pra dizer que é a favor como se tivesse orgulho de bater de frente quando devia se envergonhar de ir contra a quem nunca lhe deu as costas... Prefere aquele que delatou o grupo? Porque ele não te fez nada? Claro que não... Não foi você que foi lá encher o Calrson para nos dar aula, fui eu... Como fui eu que tive a idéia da armada... Só achei que tanto você quanto Marina eram a par dos ideais da armada mais vejo que sou eu sinto em ver tudo indo para o ralo com pesar... Pra vocês tanto faz? Só eu que devo ficar magoadinha? Me poupem! Sejam políticos, sejam sonserinos... Quebre confiança dos amigos, esse é o nosso lema não é?

–Agora pergunto a vocês, o que é uma liga sem confiança? Não é nada! Não precisamos de pessoas passivas e eu acho que cada um deve julgar os fatos e dar um voto que vai mudar alguma coisa, não sejam tapados para votarem em branco, estamos aqui em cinco da ex-armada e eu quero que alguém me fala se falei alguma mentira... Se distorci os fatos e cada um tire sua conclusão e dê uma opinião decente! Afinal meus caros, dependendo do que fizermos aqui o nosso futuro estará em jogo... Os amigos que estão ao seu lado e que são importantes pra vocês podem ser arriscados por uns e outras? Tirem suas conclusões porque eu voto “NÃO” por vocês que não conheço e pelos meus idéias, já que os que eu conheço não valem a pena! Mais eu quero estar aqui porque sei que Gregory será um bom líder, e achei necessário que joguemos em aberto, e agora que já sabem de tudo... Não sejam ovelhas, honrem ao menos as calças que vestem! Depois do maior discurso da sua vida ela voltou a se jogar na cadeira esperando que de algum modo, eles começassem a pensar como um, com o mesmo objetivo, pois a torre de babel era extensa demais e foi ao chão, e era a isso que estariam fadados se qualquer um deles falhasse... Foi assim com a antiga armada, e será com essa se não houver confiança.

Spoiler:
Desculpa gente, mais tive que me rebelar depois dos ultimos posts, agora todos sabem de tudo!

28 Re: Cabeça de Javali em Ter Jul 28, 2009 4:53 pm

Robert de Boron

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts



Um certo rapaz chega em Hogsmed via rede flu, com um olhar sereno com um toque de malicia começa a andar pelo vilarejo, para quem o via parecia só mais um viajante sem destino certo, então ele se dirige ao Cabeça de Javali para tomar algo, com traços marcantes o rapaz lembra o jovem Robert só que um tanto mais seco nas atitudes e na maneira de agir ao chegar no Cabeça de Javali o rapaz se senta em uma mesa próximo a porta e coloca suas malas ao pé da mesa, ao dar uma boa olhada no lugar o rapaz ergue a mão pra chamar o garçom.



-Garçom, por favor,


O garçom sem demora se aproxima da mesa do rapaz


-Sim senhor, o que vai querer?
-Vou querer uma cerveja amanteigada, por favor,
-Algo pra comer?
-Por hora não

O garçom logo sai deixando o rapaz sozinho por algum tempo logo depois ele retorna com a cerveja amanteigada e o serve.


-Grato

O garçom olha para o rapaz com desconfiança

-O senhor não mora por essas bandas não é mesmo? É que eu nunca te vi por aqui
-Não, não moro.
-E onde é que o senhor mora?
-Eu não sabia que tinha que fazer um interrogatório pra tomar algo.
-Desculpa senhor eu vou deixá-lo sozinho

Um pouco sem graça o garçom se retira sem muita demora.



-Obrigado



O rapaz fica ali sentado pensando na vida



-------------------------------------------------------------------

NARRAÇÃO
FALAS
GARÇOM
-----------------------------------------------------------------

OFF:
DEIXANDO MUITO CLARO O RAPAZ QUE SE ENCONTRA NO CABEÇA DE JAVALI NÃO É O ROBERT OK

29 Re: Cabeça de Javali em Ter Jul 28, 2009 11:14 pm

Sibytus Stravius

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Sibytus que ate agora parecia estar extremamente calmo bebendo sua cerveja, se irrita com a sitação de seu nome no longo,chato e politico discurço de Charlotte.


Sibytus espera pacientemente ela terminar e logo fala, olhando para o fundo de sua caneca vazia...

-Bom, agora que minha caneca esta vazia, irei começar a falar

Sibytus agora se levanta e põe-sea falar.

-Discordo totalmente da opinião de Charlotte, até mesmo porque a armada do ano passado era unica e exclusivamente um grupo de estudos para treinar feitiços,quem criou toda essahistoria deexercito contra os diretores e contra o ministerio foi o proprio Wise paranoico,mesmo que Ctaaciug tenha nos entregado, eles não poderiam fazer nada contra nos, porque não existia nada para ser feito, o ainda conseguimos desagregar o outro grupo formado pelo Wise para nos "Caçar" não considero uma traição, e sim uma birra pessoal da Charlotte com o citado Ctaaciug.Eu não sinto vergonha denada, porque não a nada para se senir vergonha, voce deveria medir mais suas palavras cara amiga,não se trata de agradar ou desagradar ninguem, se trata de estrategia, seria muito pior te-lo contra nos do que te-lo a nosso suposto favor,voce esta pensando muito em laços afetivos, e eu apenas em retomar o que essa escola era antes dessa palhaçada e se isso inclui me aliar a um suposto inimigo eu farei para podr ter vantagens disso


Sibytus agoraestava tipicamente como um Sonserino que ele era, não importava o passado, seno futuro ou presente ele pudese tirar alguma vantagem da entrada de Ctaaciug ele tiraria, porem seu olhar final para Charlotte foi um olhar de quem não estava convencido do que falava, de quem escondia algo por traz da quele discurço, e ela deveria entender essa mensagem.

30 Re: Cabeça de Javali em Qua Jul 29, 2009 9:14 am

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
O Cabeça de Javali, não era um lugar aonde ele costumeiramente iria, mas ele precisa de algo com urgência, uma urgência que os sinuosos caminhos da burocracia celestial chamada ministério, não seriam suficientes.

Esta urgência é como fogo em relva seca.

Ele se senta sozinho em uma mesa, apenas um outro rapaz se encontra em outra, com um cenho fechado, pensativo.

Fora a miríade de cheiros que permeia este lugar, ele tem um cheiro muito característico, um almiscarado cheiro de sonhos vendidos, ele imagina quantos ele pode comprar e o que ele pode comprar ali. Prazer? Conhecimento? Esperanças?

O garçom se aproxima no que ele acredita ser seu traje de trabalho com um robe verde escuro e um avental pálido por cima, sua face era inelegível para ele, como se o garçom estivesse acostumado a ser o portador de uma miríade de mistérios.

Repousa ele as mãos sobre a mesa, para tentar mostrar que ele não está temeroso ou intimidado com o que vai negociar.

Ao chegar do garçom, ele diz.

-Que seu ouro possa sempre fluir.

-Me traga algo adequado.


A formal saudação, usada em trabalho com pecúnia, era um indicativo que Ctaaciug, gostaria de falar de negócios.

E quando o garçom retorna, ele diz:

-Este lugar é famoso por conseguir informações de como reunir especialidades, quando de um pedido importante.

-Tenho uma proposta para se reunir estar especialidades, em prol de um serviço.

-Preciso que os pingentes destes dois colares.


E retira ambos os colares do bolso, e os repousa sobre a mesa.




-Sejam encantados como chaves de portal, para uma localização geomântica especifica, com suas especificidades convencionais.

-Preciso então da informação de onde tal especialidade se torna possível de localizar, sua ajuda será recompensada e meu silêncio seguirá está conversa, como todo bom negociante deve saber em praticar.

-E não me questione por meu rosto jovem, pois o ouro é como o sol, isonômico, trata todos os seus portadores de maneira igual.


E aguarda a resposta do garçom que finalmente faz uma face que apresenta sinais legíveis.

Ele o estava avaliando, e Ctaaciug permanece firme em sua postura.

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 2]

Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum