Venha ser um bruxo e jogar RPG no mundo de Harry Potter! Vagas ilimitadas!


--/--/----
Clima:
texto texto texto texto
texto texto texto texto
Início de Período:
--/--/----
Termino de Período:
--/--/----
Eventos: nada relevante


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Estufa de Herbologia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 1:54 am

Agatha L. Wise

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Agatha caminhou ao lado de Ctaaciug devagar, a barriga já pesava, sentia seus pés inchados pelo finzinho da gestação, mas não queria parar de trabalhar ainda. Bella estava com a baba visitando o avó naquela noite e ela tinha que aproveitar seu tempo livre para cuidar de tudo em sua ausência, estava tão cansada.

Chegaram a estufa e la dentro o clima era muito mais gostoso do que o frio da neve a cair do lado de fora, estava tudo quentinho e as plantas muito bem cuidadas. Agatha seguiu ate uma mesa ao fundo onde vários vasinhos de barro estavam espalhados e múltiplas sementes coloridas sobre a mesinha. Agatha então puxava uma cadeira confortável e jogava uma mata que trousse consigo sobre ela se sentando ali e sorrindo para o menino passando a mão na barriga.




-Separe todas as sementes por cores, nos potinhos a sua frente, depois quero que encha os vasos ate metade coloque algumas, duas ou três no maximo, e as cubra com o restante da terra. São cem vasinhos, temos a noite inteira.- Agatha sorria e movia a varinha de leve, e o som da mesma musica de seu quarto começou a tocar.- Acho que um pouco de musica e de conversa vai ajudar no trabalho.

Ela sorria doce esperando que ele começasse.

[off: Vá fazendo as ações, pode conversar com ela e tal, só vai terminar o trabalho quando eu disser ok. Boa detenção.]

2 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 7:30 am

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Ele se senta no chão, perto da professora e atrai para si, os potes e as sementes com um feitiço.

-Locomotor sementes, locomotor potes.

Deixa a varinha, ao lado, e começa a separar com calma, afinal a companhia e o ambiente são agradáveis, ele não gostaria que tudo terminasse assim tão rápido.

E a bela sonata começa tocar novamente.

-Sim, uma bela música vai ajudar, mas sua presença, já é beleza suficiente para mim, professora.

Ele começa então a colocar devagar as sementes, começando a formar um pequeno arco-iris de potes multicoloridos, monocromáticos em si mesmos, mas coloridos em referência a seus vizinhos.

-Professora, eu sei que a senhora estando casada com o diretor, é provavel que continue como professora, apenas supondo. Mas me desculpe a curiosidade se for inoportuna, a senhora tem algum sonho profissional além de lecionar?

-Eu vi a senhora olhando para a bailarina, e em tudo que faz, desde de nossa primeira aula de astronomia, até aqui na regência mágica de tão bela música, vi que a senhora tem uma alma de artista, que me arrependo de não ter compartilhado mais desta sensibilidade.

3 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 3:44 pm

Agatha L. Wise

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Agatha mantinha-se sentada ali acariciando o ventre que guardava seu filhinho e olhando o menino em seu trabalho. Um dos potes com varias sementes amarelinhas já estava quase cheio, eram maiores e mais fáceis de juntar, os outros tinham quase o mesmo nível. Com movimentos sutis da varinha algumas plantas se moviam sendo colocadas em vasos novos na mesa do lado, ela também trabalhava.

-Outras ambições profissionais...- Ela riu- Sinceramente nunca pensei nisso, eu amo lecionar, amo acordar todos os dias e entrar em uma sala cheia de alunos como vocês. Bagunceiros, estudiosos, interessados, desinteressados, de todos os estilos, tipos e pensamentos, gosto de passar o pouco de sabedoria e educação que alcancei para vocês.

Ela levantou devagarzinho indo ate uma das plantas, tirando a longa capa que usava e a deixando sobre a cadeira. Ela tocava com carinho as folhagens da planta e sorria a olhando e colocando no vaso e fazendo aquele trabalho manualmente com delicadeza. Tirava uma a uma das folhas secas dando um ar mais vivo a planta.

-Eu vivi muito tempo no meio dos trouxas como nunca escondi de ninguém, minha mãe era uma. Alguns deles têm o habito de conversar com as plantas eu via arte nisso, era como se eles reconhecessem a centelha de vida ali. A magia misturada em um ato tão simples como afofar a terra, a colocar as raízes ali e aquecê-las com o cuidado dos grãos de terra misturada a adubo sendo colocados sobre elas. Isso pra mim é artístico é mágico. Ajudar um ser vivo a continuar a crescer e se multiplicar, ensinar um aluno, escrever um livro, tudo na vida tem um toque de arte. Minha profissão é artística meu caro, eu posso por minha “alma de artista”, como disse, nela. Porque pra mim a vida e como uma tela e nossos caminhos são a tinta que pintam esse quadro. Nunca pensei em fazer outra coisa de minha vida porque simplesmente tudo que eu for fazer eu vou por um apouco de mim nisso.

Ela sorria terminando de replantar a mudinha limpando-se com um feitiço e voltando a se sentar.

4 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 4:07 pm

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
-A arte se manifesta de muitas maneiras realmente, reverenciada professora. Mas discordo quando dizes que sua sabedoria e educação são poucas, elas são tão grandes quando a abobada celeste, existem algumas coisas que podem ser sentidas e sua percepção é uma delas professora.

-Trouxas e bruxos... para mim são apenas palavras, pois não somos aquecidos, pelo mesmo verão? Não sangramos quando feridos? Não nos entristecemos? Não sonhamos? Somos todos humanos e como tal isto deveria nos unir mais que nos separar, os que vencem este mar de segregação deveriam ser celebrados, mais do que ser vistos com desconfiança como são hoje.

-Um bruxo que usa herbivicus, ou um trouxa que planta e cuida da terra, estão fazendo a mesma coisa, ajudando que o ciclo da vida continue, é sentir vida e para mim tudo que trabalha com vida, é sagrado, e o sagrado nunca será transcendido.

-Que é outro mistério para mim. Pois nós bruxos somos mais silenciosos em nossa fé mas acredito que não menos intensos, apesar de milagres ocorrerem diariamente em nossa realidade, temos tantos mistérios que escapam a nossa percepção...

- O mundo é um lugar a deriva até mesmo para nós, senhores da criação, descendentes dos deuses, seres mágicos, e eu ainda tenho medo do futuro...

-Mas infelizmente sou apenas uma criança e minha opinião é irrelevante...


E ele continua a encher os pequenos potes, suas mãos sentindo a sensação tátil que ecoa pelo seu corpo, ao fazê-lo. Ele quase parece ouvir as plantas cantando uma música inaudível em ode a própria vida, e a sua mãe a natureza.

-Por falar em sabedoria, professora queria te perguntar uma coisa, eu estou envergonhado de perguntar e a professora Satrissa quase me bateu quando perguntei, mas bem...

-Pelo menos é mais fácil correr da senhora. Laughing
Diz dando um sorriso nervoso.

-Desculpe a brincadeira reverenciável, estou nervoso.

E continua a colocar as sementes.

5 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 4:36 pm

Agatha L. Wise

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Agatha sorriu com as palavras do menino

-Você é um doce meu caro, obrigada pelo elogio.

Riu com a mão sobre a barriga enquanto ele continuava a falar. Seus olhos se fecharam e ela apertou o tecido do vestido negro puxando a respiração. Porem ela logo voltava a olhar o aluno com um sorriso no rosto vendo sua ultima indagação.

- Ela quase te bateu foi.- Agatha riu coma quilo achando ridículo, que pergunta ele poderia ter feito para tirar a professora do serio.- pergunte meu caro não tenha rodeios comigo

6 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 4:55 pm

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Ctaaciug respira e respira, e então respira de novo, e então fala tentando não tremer a voz.

-Bem, professora é que como poderia dizer...

-Bem, eu tenho carinho por alguém, muito carinho, eu não sei onde isto vai levar, provavelmente a lugar nenhum por muito tempo. Mas professora eu acho que gostar de alguém é também ser responsável.

-Eu já tenho idade para saber que os bêbes, não vem de cegonhas.
E dá uma olhada na barriga dela.

-E que cada ato trás suas responsabilidades. Bem, vocês professores são minha fonte de referência, e se eu disser que eu não sinto “algo “ de diferente quando estou perto de umas pessoas eu estaria mentindo, por isto eu queria perguntar...

-Bem, existe maneiras de se evitar este estado interessante, que a senhora se encontra? Fazer planejamento familiar e evitar doenças também, afinal somos humanos e estamos susceptíveis a doenças como todos os humanos. Falo sobre a visão e métodos bruxos, porque afinal somos bruxos e membros de uma sociedade bruxa.

-Pronto falei, devo correr agora?


Diiz ele com uma face tão vermelha que parece, que todo o seu sangue tinha corrido para ela, e as mãos tremendo enquanto coloca as sementes.

7 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 5:17 pm

Agatha L. Wise

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Agatha recostou o braço na mesa e apoiou a cabeça na mão o olhando com um olhar incisivo enquanto ele discorria sobre o assunto ate chegar na pergunta. Ela ficou muda por longos segundos.

-Corre!

Ela falou olhando-o séria para ele antes de soltar uma sonora gargalhada com a brincadeira que havia feito. Não acreditava que Satrissa tinha posto o menino pra correr com uma pergunta tão natural como a que ele tinha feito. Ficava mais abismada ainda com uma professora se negando a um conhecimento daqueles a um adolescente na flor da idade.

- Eu to brincando querido. Bem vejamos como responder a essa pergunta.- Ela suspirava mordiscando o lábio e fechando os olhos.- Você citou a primeira palavra chave meu caro, responsabilidade. Acho nobre já tão jovem ter essa curiosidade e esse senso de saber os riscos que correra com o seu despertar pra vida adulta. Não podemos negar adolescente são curiosos, emotivos ao extremo, eu mesma fui assim, não poso jogar pedra em vocês. Mas Ctaaciug você mesmo que tendo esse conhecimento que me pede tem de ter em mente um pequeno detalhe. Você é muito jovem, vai ter mil e uma experiências pela frente então, viva cada uma de cada vez.

-Você ainda é jovem para... se relacionar com uma garota. Como disse antes, aproveite mais essa fase tão linda da sua vida Transforme esse sentimento em algo puro que amadureça com você.. Só que no dia que isso acontecer, NATURALMENTE , existem vários métodos bruxos para se tratar desse assunto, poções, feitiços, etc, assim como os humanos tem seus métodos de prevenção tanto de doenças- ela passou a mão na barriga rindo- e de ter um desses daqui numa hora errada, ou não planejada como foi com a minha Bellinha, nos também os temos.- Ela sorriu de leve, ele podia notar ela cansada- Eu não vou citar os métodos que me pede aqui, vou deixar seu conhecimento para buscá-lo em livros na biblioteca e enumerá-los. Mas a lição que posso te ensinar agora e que você ainda é um menino, a vida vai ser um turbilhão de emoções agora, mas é a sua cabeça, a sua consciências que vai fazer você saber lidar com elas, Não existe receita de bolo para o que sentimos e a única coisa que você precisa é responsabilidade aliada ao conhecimento isso sim, só que isso só aprenderá com o tempo, com a própria vida. Não se precipite.

Ela suspirava de leve fechando os olhos.

8 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 5:32 pm

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Depois do susto, Ctaaciug olha tenro e depois tranqüilo para a professora.

E diz sereno, diante da sabedoria da mestra e diz apenas um.

-Obrigado, professora.

Mas o cansaço dela o preocupa, ele não sabe se está tudo. Bem por isto questiona.

-Professora, você parece cansada, quer continuar? Eu posso terminar aqui, posso fazer o que a senhor ame mandou sem problemas.

9 Re: Estufa de Herbologia em Sex Ago 28, 2009 6:08 pm

Agatha L. Wise

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Ele já estava bem perto da metade dos vasos e ela não responde a pergunta dele. A mão estava sobre o ventre e ela gemeu baixinho contorcendo o rosto exatamente naquele momento. A outra Mao segurava no encosto da cadeira e sua voz saiu baixinha.

-Doi... ta doendo.

Quando ela falou aquela frase ficou claro que as contrações haviam começado. Ela estava sentindo cólica antes de ir para la, amas não ligou já que achava que não seria ainda o momento de seu bebe nascer, estava errada. Lex estava vindo, ela sentia isso agora e parecia que pela intensidade da dor ele era bem mais apressadinho do que Bella. Agatha tateou buscando a mão do aluno e a apertando o olhando nos olhos.

-O Lex, ta nascendo, a dor veio toda de uma vez me ajuda. Não vai dar tempo de voltar!

Ela gemeu baixinho.

10 Re: Estufa de Herbologia em Sex Set 04, 2009 3:54 pm

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Existem alguns momentos da vida, que a definem, que são pontuais em sua continuidade, para serem lembrados pelo que foi feito.

Quando sua professora pegou sua mão e olhando para ele disse que não daria tempo de voltar, uma reação normal e esperada seria a apreensão, talvez desespero, mas a vida de duas pessoas, uma das quais ele se importava muito precisam de sua ajuda. Paul Rusesabagina, podia ter recuado na invasão do des Mille Collines em 1994, mas sua ação salvou vidas ao se recusar desistir.

O desconhecido, não apenas dá medo ele atemorisa, paralisar seria uma reação que não era tão incomum nesta hora, mas o tempo está se desenhando para forjar homens, e ele ia honrar seus totens protetores, seja o corvo ou o lobo. Ele aspira o cheiro do lugar que emana vida em uma míriade de plenitudes complexas, e no respirar ele reza por ajuda.

E sente então a mão de Hipocrátes em seu ombro, e então ele não sabe se é ele que diz ou se sua voz é usada como instrumento a partir deste momento, não importa é uma experiência definitiva na vida.

Ainda segurando a mão dela, ele toma uma atitude que em uma visão zooantropomorfica fazia sentido, talvez só nesta, reunindo sua coragem, toda ela, ele não deixou seus musculos tremerem nem sua voz falhar. Ele olha nos olhos dela, mergulhando e fitando nos belos espelhos da alma e diz, com a voz ainda mudando pela idade, mas com a firmeza de Apollo emprestada naquele momento:

-Você não está sozinha. Eu estou com você, e estamos com todos os bons deuses a nosso lado. Vamos conseguir juntos.

A alfa da matilha, está impossibilitada, e diante da situação até mesmo o lobo omega tem de agir como se fosse o alfa.

Então é hora de ações práticas, ele reclina a cadeira para deixar ela em uma posição mais confortável, pega sua capa e diz.

-Limpar.

Fica de frente para ela e diz:

-Desculpe professora, mas tenho de fazer isto.

Havia muito tecido no caminho a percorrer pela nova vida, sua percepção o fazia sentir a intrínseca conecção além do sutil, do espírito com o corpo do que agora desejava vir ao mundo, Lex. As contrações se mostravam em curtos intervalos constantes, e ele fechou os olhos em um respirar fundo, juntando a própria mágica ambiente em seu ser, ele a colocou em uma situação mais confortável possível para ela e a criança nas determinadas circunstâncias.

Não podia e não ia deixar ela sozinha

-Poções para tirar a dor, estão fora de nosso alcance professora. Mas como disse podemos fazer isto juntos.

-Que todos os deuses nos ajudem. Foi o pensamento e oração que ele fez em um momento na aurora entre a certeza e a fé.

Ele retira a camisa na presa, pois era mais fácil que dobrar as mangas e diz o feitiço de limpar tendo como alvo ambas as mãos.

Isto é como o nascer do universo, no qual todas as probabilidades se juntam em um momento único e definido, o que não é uma analogia muito distante, uma vez que cada ser humano é um universo em si.

Será que o momento de maior expressão da vitalidade esse encontre na tênue linha do crepúsculo antes do cruzar da porta que leva a outra existência? Ctaaciug não sabe a resposta, mas existe uma energia de vida e passagem a cada segundo, que só poderia ser comparada a uma gloriosa tormenta, se a vida fosse uma garoa.

E não ouve o proverbial silencio antes da tempestade.

-Respira professora, tenho boas noticias parece que a criança está na posição. Mas vou ter que fazer uma episiotomia, discovery chanel não me falhe agora.

Ele tenta manter a situação mais precisa possível com sua varinha, mantendo uma firmeza crucial como a bandeira ergida na tomada da ilha de Iwo Gima quando diz:

-Diffindo.

Ele morde o própria dedo como uma reação instintiva empática, diante da dor de ser cortado, mesmo sendo pequeno o corte.

Prepara então as mãos.

-Agora, é só força.

-Pelos deuses, de onde eu tirei isto, “é só força”, ela vai me matar depois que melhorar.

Será que o Capitão Ahab, em sua derradeira batalha, no romance de Herman Melville, se sentiu tão vivo diante de seu desafio quanto o jovem se sente agora. Como uma alta oitava, ele se encontra muito a frente de seu tempo e idade, neste que é um dos grandes mistérios do universo.

11 Re: Estufa de Herbologia em Sab Set 05, 2009 6:26 pm

Agatha L. Wise

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Os olhos de Agatha se fecharam e ela apertou muito forte a mão de seu aluno. Por mais mágico que aquele momento fosse, ele ainda era mais dolorido do que tudo. Ele começava a ajeitar as coisas e Agatha tentava ajudar entre uma contração e outra. Limpar manter tudo aquecido, abaixar a cadeira, ele fazia aquilo com cuidado e isso deixava a professora calma, ele mesmo sem saber o que estava fazendo agia bem e isso era bom.

Ela deitada na cadeira ia posicionando melhor enquanto ele erguia as vestes com respeito para lhe ajudar. Nessa hora nenhum pudor com vergonha cabia, só queria que seu filhinho nascesse e nascesse logo pra acabar com aquela maldita dor. Ela mal ouvia o que Ctaaciug dizia, apenas sentia a força e magia que a envolvia em um momento tão lindo e a explosão de alegria de sentir seu filho vindo ao mundo, era tão diferente de quando foi Bella. Agatha então, segurando nos encostos da cadeira a apertava fazendo força e falando ofegante e já suada.

-Não faz nada! Só ampara meu bebe! -Ela fechava os olhos apertados, mas era estranho mesmo na dor ela sorria como nenhuma outra vez. Ela puxava a mão de Ctaaciug e segurava firme olhando para ele.- Não é como foi com a Bellinha, eu posso sentir, eu posso te sentir Lex. A mamãe ta te esperando meu amor, a mamãe quer cuidar de você nesse mundo.

Agatha suava como nunca, estava cansada e aparentava um pouco fraca com a força que fazia. Pouco a pouco o clima mágico da vida se multiplicando aumentava. Mesmo no inverno algumas das plantas da estufa abriram suas flores, e o perfume que tomou conta do local foi magnífico e acalmava a todos, era como se a própria natureza naquela explosão de vida desse as boas vindas ao novo ser mágico que surgia. A professora, no entanto, mordia o lábio com dor, sabia o que fazer, não soube com Bella devido as circunstâncias. Bellinha não estava pronta para nascer, por motivos externos foi praticamente jogada no mundo para os braços de seus pais. Lex não Lex estava pronto e vinha com uma explosão de magia naquele local.


-Ctaaciug, pega a sua varinha e passa sobre minha barriga.-
Ela esperava ele fazer isso e assim que o fez a varinha brilhou em tom vermelho indicando que estava bem perto- Ele ta vindo, nos estamos conseguindo. Recebe meu bebe meu anjinho, ampara-o e completa esse rito.- ela falava sorrindo em meio a dor e com uma das mãos sobre a barriga fazendo muita força enquanto conversava com seu bebezinho o transmitindo confiança.- Eu sei que você ouviu muitas brigas do papai e eu meu filhinho, eu não sabia ainda que você tava crescendo ai dentro, mas pode ter certeza, nos te amamos muito Lex. Seu pai pode ser meio louquinho mas ele também gosta de você e da Bella. Filhinho eu to te esperando vem pra mim vem. Vem ser a luz da vida da sua mamãe. Eu sei que me roubaram a chance de sentir a força da Belinha brotando dentro de mim como sinto a sua agora então vem meu filhinho, me faz sentir completo o que eu perdi no nascimento da sua irmãzinha, me faz sentir você receber a magia da vida no momento certo a sua magia.

Ela inclinava a cabeça pra trás gritando de dor nesse momento, quando uma luz azulada tomou seu ventre e ela fez muita força. Aquela esfera a invadiu enchendo o ambiente de magia e concretizando o feitiço da vida ali. Ctaaciug podia ver o bebezinho já coroando e a musica que se repetiu inúmeras vezes naquela ambiente tocar mais alta. Logo o som dela se juntava ao de um choro forte vivo e único do pequeno Lex que nascia, gosdinho e lindo, pelas mãos do aluno. Mestre e aprendiz ganharam uma lição juntos ali, lição pelo choro daquela pequena vida.


Agatha so suspirou fechando os olhos e deitando exausta.



12 Re: Estufa de Herbologia em Dom Set 06, 2009 10:52 am

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
E então houve luz.

O místico e único momento da vida, um milagre termodinâmico, falariam os físicos talvez.

O ponto além do horizonte de eventos, onde todas as probabilidades existem como uma só.

Ele pensou em estar se entregando ao niilismo, ao vazio por sentir o mundo bárbaro e a deriva, esta experiência foi um renovar da esperança, um renovar da continuidade, uma beleza que não pode ser apagada da mente mais coroada como uma lição para toda vida.

Talvez ele se dedique a curar, ele é jovem e pode se permitir sonhar afinal o futuro é possibilidade, mas é uma boa possibilidade.

A vida se renova.

Uma lágrima de alegria, simples e calma corre pela sua face, como um agradecimento pelos deuses por tudo ter dado certo, pois não haveria palavras para definir a gratidão, o corpo e o espírito dele se uniram no respirar consolidando o cordão de prata, ele é pleno e belo.

E se existem mil nomes para o amor este é um deles, o amor fraterno, a empatia por outro ser humano.

O pequeno ser, tão frágil e tão vivo, em seus braços, o que ele faz daí é meio automático, usar o prendedor da capa para segurar o cordão umbilical, usar diffindo para cortar o mesmo, enrolar ele na sua capa limpa.

Usar sua camisa para cobrir o ventre e abaixo da professora.

Com o bebe no colo, ele diz então.

-Descanse professora, a senhora conseguiu, tudo vai ficar bem.

E vai chamar a professora Satrissa, conforme instuido pela professora Agatha.

Mas uma leve realmente leve dúvida, passa pela mente do garoto, ao olhar para a criança.

O cabelo dele não era preto ao nascer?

13 Re: Estufa de Herbologia em Dom Set 06, 2009 4:52 pm

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
Parece que esta é uma noite atipica nesta escola, com fenômenos raros. Mas a beleza e glória que ele foi testemunha hoje, com certeza marcaria sua vida para sempre.

Eles estavam se aproximando da estufa, o frio vento da noite de inverno castigava sua pele, mas ele estava tão empolgado com o ocorrido, que isto era um detalhe menor.

A estufa era climatizada então era confortável, de se estar. Ele a conduz dizendo.

-Por aqui, nobre professora, ela está logo ali.

14 Re: Estufa de Herbologia em Dom Set 06, 2009 9:06 pm

Satrissa Lautrec

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Satrissa adentra o local surpresa e conturbada. Ao ver Agatha numa cadeira deitada, exclama:

-Oh não! Mon Dieu! Agatha! Está bem? Como que..? Está bem, minha cara? Temos de ir para a enfermaria! Você precisa de auxílio! O que devo fazer?! - Satrissa entrega o filho da vice-diretora nas mãos de Agatha, tentando desviar os olhos do sangue do local.


_________________

15 Re: Estufa de Herbologia em Dom Set 06, 2009 9:37 pm

Agatha L. Wise

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Agatha estava exausta, mas ainda relutou quando notou o aluno sair com o filho nos braços, não acreditou que ele pensou que ela pudesse estar dormindo. Lex precisava mamar ela precisava do filhinho. Suspirou cansada e então esperou ele voltar não podia fazer nada alem disso.

Logo então ela via o seu aluno chegar e acompanhado de Satrissa, ela olhou a loira e ao contrario da raiva que sempre sentiu dela apenas sorriu doce e estendeu os braços pegando o filhinho nos braços e sorrindo para ele. Sem mais ela retirou o seio e o entregou ao filhinho que o pegou com gosto e parava de choramingar. Agatha apenas olhava para ele sorrindo boba enquanto falava.

-Eu estava aplicando detenção em Ctaaciug quando tive contrações, esse danadinho é apressado e não deu tempo de pedir ajuda Satrissa.- ela suspirava cansada.- Eu to bem, o parto foi tranqüilo graças a ajuda de Ctaaciug, eu só preciso descansar e me limpar, eu prefiro ser tratada pelo medico que acompanhou a gravidez. So me leva pro meu quarto, por favor.

Ela falava docemente e olhava o bebezinho mamando sorrindo para ele boba e acariciando sua mãozinha miúda.

-O Lex não é lindo, ele parece comigo! Olha só os olhinhos, avisem o pai dele pra mim por favor!

16 Re: Estufa de Herbologia em Seg Set 07, 2009 2:16 pm

Satrissa Lautrec

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Satrissa observa Ctaaciug com os olhos arregalados e apenas diz à ele:

-Não sei como mas... bom, parabéns pelo parto... - fala ela enquanto se aproxima da cadeira onde Agatha estava deitada, agita sua varinha fazendo a cadeira levitar e começa a empurrar.-Venha, Agatha, vamos para o seu quarto então. Ctaaciug, pegue o bebê enquanto ajudo Agatha. Tenha cuidado com ele! Vamos, minha querida, vou levá-la até seu quarto. Você perdeu muito sangue e precisa de auxílio rápido.

Satrissa olhou de relance para o sangue no local. Não aguentava aquilo, principalmente sabendo que vinha de um parto. Parto. Como detestava aquela idéia. Fazia-a lembrar do seu próprio, anos atrás, quando sua filha saíra mas ela não pode nem levá-la aos braços, nem acariciá-la pela primeira vez, afinal, tinham dito para ela que sua filha estava morta. Sua filha Anna estava morta. Foi o dia mais terrível de sua vida. Já não bastava não ter o apoio de seu ex-noivo, e disseram que a sua bela Anna Lautrec estava morta. E assim vai empurrando a cadeira levitando para fora da estufa.


_________________

17 Re: Estufa de Herbologia em Ter Set 08, 2009 10:24 am

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
-Só uma última coisa antes de irmos, professoras.

Ele retira um objeto do bolso, e então diz, enquanto apresenta a professora Agatha.



-Eu nunca te agradeci, por ter sempre ficado com a gente, mesmo quando a situação ficou ruim, obrigado por tentar nos proteger, e nos ensinar.

- Vocês estão entre as melhores professora, que um garoto estranho com quase treze completos poderia ter.


E se permitido for coloca a gargantilha, na professora e pega o bebe, enquanto caminham nesta madrugada de contos de fada, e sonhos construídos.

18 Re: Estufa de Herbologia em Qua Set 09, 2009 2:34 pm

Agatha L. Wise

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Agatha sorriu para ambos quando ouviu o que a loira dizia.

-Ele apenas amparou o bebe e ajudou Lex, foi algo nobre ele ter força para agüentar a cena, digamos que não é muito bonita e agradável.

Sorriu e então se voltou ao aluno vendo o presente. Seus olhos brilharam e ela deixou que ele colocasse nela. Era uma linda gargantilha, e ela significava muito para ela. Com carinho Agatha levou a Mao delicadamente ate a nuca de Ctaaciug puxando- para mais perto e dando um beijo em sua testa com carinho e falando baixinho rindo.

-Agora você se ligou ao meu pequenininho o ajudando. Que a ligação que você criou com ele no nascimento perdure eternamente e que você o proteja como um amigo que o ajudou a vir ao mundo caso um dia eu lhe falte, obrigado.- Ela sorriu e olhou o bebe mamando.- Deixa ele aqui comigo ele ainda ta mamando, ele precisa muito disso agora.

Ela sorriu e deixou-se ser levada para seu quarto.

19 Re: Estufa de Herbologia em Qui Set 10, 2009 7:15 am

Ctaaciug Xyeetnuut

avatar
Professor de Hogwarts
Professor de Hogwarts
-Minha honra não poderia ser maior, reverenciada professora. Que os céus jamis permitam que nada perturbe teu caminho, mas ele sempre vai ter, saibas disto, uma casa entre os Xyeetnnut, coma mesma honra e distinção dos herdeiros dela.

-Eu vou estar sempre que preciso for, e com isto que eu me consagro então neste momento para este objetivo.


E vai sorrindo com elas , mas seu objetivo diverge, após irem para o interiror da escola, pois ele vai para os corredores...

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum