Venha ser um bruxo e jogar RPG no mundo de Harry Potter! Vagas ilimitadas!


--/--/----
Clima:
texto texto texto texto
texto texto texto texto
Início de Período:
--/--/----
Termino de Período:
--/--/----
Eventos: nada relevante


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Dois Vingadores: Trama do Segundo Ano Letivo - Resolução

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Satrissa Lautrec

avatar
Professora de Hogwarts
Professora de Hogwarts
Dois Vingadores: Resolução da Trama

Fato Determinante 1 – Satrissa não passa bem

Assunto: Salão Principal - Banquete de Boas Vindas Qua Jul 01, 2009 11:37 pm

Uma jovem garota de cabelos loiros e olhos azuis deu um passo à frente, tímida, mas olhando com curiosidade, e Satrissa observou os belos olhos da menina durante um tempo, refletindo se já conhecia a tal menina.

Satrissa observa a jovem aluna Anabelle e reflete se já conhecia a menina, afinal, seu instinto materno falava mais alto.


Assunto: Re: Salão Principal - Banquete de Boas Vindas Qui Jul 02, 2009 11:25 pm

Agiu naturalmente, sentada em sua cadeira, e começou então a degustar dos pratos que estavam sendo servidos. Percebeu que muitos alunos se retiravam das mesas, irritadiços. A comida não estava muito boa, estava com um gosto amargo. Satrissa deixou de comer aquilo então e foi beber um gole de vinho. Se sentiu um pouco tonta, talvez a comida não estivesse boa. Os elfos pagariam por isto. Começou a ver tudo escurescendo, como se fosse desmaiar, mas manteve-se impassível, bebeu mais uns goles de vinho e levantou-se um tempo depois:

-Com sua licença, senhores, mas já é a hora de eu me retirar. - falou em tom baixo, elegante, misterioso, mas não deixando de lado seu tom de poder.

Algo na comida estava diferente e faz Satrissa passar mal. Era obra do Vingador Mascarado, que queria emboscar Satrissa à noite. Quando saia da sala, Satrissa ainda sente dores de cabeça:


Assunto: Re: Salão Principal - Banquete de Boas Vindas Sex Jul 03, 2009 9:05 pm

Satrissa sorriu para Alexis, e foi caminhando para a porta mais próxima. Antes de abrir a porta, porém, uma dor agoniante subiu-lhe à cabeça e ela parou, sem ninguém perceber, levando a mão à sua testa, até abrir a porta e sair do Salão Principal.

A professora também não se sente bem no dia seguinte ao Banquete, como relatado:


Assunto: Sala de Aula de História da Magia - 1ª Aula Dom Jul 05, 2009 2:46 pm

Satrissa, a bela, elegante, inteligente e influente professora de História da Magia, estava péssima, sentada na cadeira atrás de sua mesa. Com certeza não tinha dormido bem. Seus olhos estavam vermelhos, face pálida, rosto sério e não aparentava bom humor. Estava abatida e fitava terrivelmente os alunos que entravam. Talvez pelo fato de não ter se sentido bem na noite passada, no banquete.

Este mal-estar foi provocado pelo vingador mascarado, embora não seja dito. Ela vai à procura de registros para ter certeza de que, como o vingador disse, Anabelle seja a sua filha, conforme o post:

Assunto: Re: Sala do Diretor Ter Jul 07, 2009 8:56 pm
Era cedo. O frio dos horários de transição da madrugada para a manhã preenchiam o castelo, e aliado das pedras antigas de suas paredes, o frio era realmente cortante.

O sol mal tinha aparecido ainda no horizonte. Alguns raios de sol penetravam pelos corredores vazios. Alguns fantasma perambulavam entre os corredores, deslizando suavemente.

No corredor do terceiro andar, corredor que estava bastante escuro ainda (mesmo com o dia amanhecendo), a Gárgula de pedra moveu-se para o lado. A escada em caracol se revelou, e Satrissa vinha descendo-a rapidamente.

Mal continha-se em seus sapatos de salto alto - um deslize para o lado e certamente cairia - e seu rosto não estava satisfeito. Pelo contrário. Ela estava péssima. Terrivelmente péssima. Era o terceiro dia de aula, e seu rosto estava inchado, seu cabelo estaria completamente doido e embaraçado se ela não tivesse preso fortemente em um coque. Sua cabeça estava doendo - e não sabia se era pela força com o qual o coque foi preso ou mesmo por suas preocupações - e seus olhos terrivelmente vermelhos. Segunda noite sem dormir.

A gárgula moveu-se para o lado quando Satrissa saiu de perto da escada e se encostou na parede de pedra, e começou a fazer algo terrivelmente inacreditável e grotesto. Sua reputação realmente estaria manchada o respeito das pessoas por sua imagem certamente estaria enfraquecido (isto se ela mesma já não estivesse enfraquecida) se qualquer um a visse naquele momento.

Satrissa começou a chorar. Lágrimas de dor, angústia, desespero, terror, desespero, terror, dor, angústia, desespero, dor, angústia, dor. Seu coração disparava. Batia cada vez mais forte e parecia saltar de seu peito.

Se Satrissa estava declinando de seu trono de "reine" ou deixando-se levar por emoções mundanas, era algo difícil de se dizer.

A professora de história da magia, diretora da Liga Ministerial, Ex-Ministerial, passou suas mãos no rosto, retirando suas lágrimas, e seguiu para seus aposentos, onde provavelmente se trancaria até estar novamente recomposta para enfrentar o mundo exterior sem levantar suspeitas de ninguém.

A professora continua descontolada, pois não sabia que sua filha estava viva e sob os olhos do vingador.

Fato Determinante 2: A filha de satrissa

Assunto: Re: Aposentos da Professora Satrissa L. Lautrec Qua Jun 17, 2009 10:38 pm

Mas um sorriso triste, daqueles que os lábios se movimentam mas a expressão é contrária. Com a voz trêmula, falou:

-Como... diria Igraine... a Mãe Deusa não julgou conveniente mandar-me outro filho.

Como podemos observar, Satrissa declara que já tinha tido um filho, comparando-se com Igraine. A história do filho de Satrissa pode ser notada também pela parte:

Assunto: Re: Estufa de Herbologia Hoje à 2:16 pm

Satrissa olhou de relance para o sangue no local. Não aguentava aquilo, principalmente sabendo que vinha de um parto. Parto. Como detestava aquela idéia. Fazia-a lembrar do seu próprio, anos atrás, quando sua filha saíra mas ela não pode nem levá-la aos braços, nem acariciá-la pela primeira vez, afinal, tinham dito para ela que sua filha estava morta. Sua filha Anna estava morta. Foi o dia mais terrível de sua vida. Já não bastava não ter o apoio de seu ex-noivo, e disseram que a sua bela Anna Lautrec estava morta.

E também pelas notas encontradas por Marina Ângela na biblioteca:

Assunto: Re: Biblioteca Seg Set 07, 2009 11:34 pm
Vincent Cartland troca alianças com estudante de História da Universidade de Oxford.
O herdeiro do legado Cartland, Vincent, foi visto no restaurante trouxa Le Petit Gatêau, em Oxford, com Satrissa Lautrec, estudante do quarto ano de História da Magia em Oxford. Ontem o acessor da família Cartland anunciou o noivado dos dois. Satrissa tem descendência francesa e era da Corvinal, em Hogwarts. Vincent Cartland é o político bruxo inglês e último dos Cartland, tradicional família inglesa.
+
Noiva de Vincent Cartland grávida de 5 meses
Não teve mais de 1 ano que foi anunciado o noivado do herdeiro Cartland com Satrissa Lautrec, e agora parece que a noiva Satrissa está grávida. Não dá mais para esconder a barriga!
+
Vincent Cartland é transferido para o Canadá
O herdeiro Cartland foi transferido para o Ministério da Magia Canadense. Com isto acabaram-se os Cartland na Inglaterra. Rumores indicam que Vincent tenha deixado o Ministério da Magia Britânico após terminar seu noivado com 1 ano e 2 meses.
+
Filha da ex-noiva de Cartland nasce morta
Já não bastava Satrissa Lautrec e Vincent Cartland terem terminado seu noivado, o parto da ministerial não foi bem-sucedido. A filha, de nome Anna Lautrec, nasceu morta. Ficam aqui nossas lamentações.
+
Satrissa Lautrec é o nome da nova professora de História da Magia indicada pelo Ministério
Ontem foi anunciado pelo Ministério a indicação de Satrissa Ludwan Lautrec, formada em História da Magia e especializada em História Ministerial pela Universidade de Oxford para ocupar o cargo de professora de História da Magia de Hogwarts, substituindo o Professor Binns que se afastou para as Bahamas.

“Satrissa iniciará uma nova era acadêmica”, informou o ministro Bernard Wise. “Além de precisarmos de uma nova visão, uma visão mais jovem e ampla, Satrissa irá auxiliar na formação dos alunos. É uma posição fundamental nas mãos de uma pessoa capacitada.”
Ao ser questionado sobre a nomeação de um novo diretor, o Ministro disse apenas: “Estamos avaliando.”

Satrissa pensara, anos atrás, que sua filha, de nome Anna, tinha morrido conforme disseram para ela. Mas descobre que Anabelle é a sua filha, conforme foi dito:

Assunto: Re: Enfermaria Qua Ago 26, 2009 10:26 pm

-Anabelle! – murmurou, observando a menina, e se distanciou, saindo de perto, chorando.- Ah não..não consigo acreditar...minha nana!

Fato Determinante 3 – Diferenças dos ataques

Era possível observar que eram vingadores diferentes observando suas diferenças nos ataques. O ataque segue algumas formas padrões como os do ano anterior porém o nivel de violência evidencia diferenças em método.


Assunto: Re: Floresta Proibida Qua Jul 22, 2009 10:42 pm
Um momento em seu quarto e tudo se tornava escuro para em seguida se vê dentro do que mais parecia um pesadelo. Essa era a única lembrança de Sibytus estar em seu quarto e após apagar aparecer ali na floresta diante do Vingador. Ele falava, falava e falava e as orbes rubras do vingador não desgrudavam das dele e sua resposta so foi uma gargalhada tão macabra que gelava a espinha do garoto.

- Não vai ser assim? E se eu pegasse esse seu rostinho e o transformasse em algo tão horrendo que teria de usar uma dessas mascaras ridículas por toda a vida, criança? – Ele enfiava mais fundo a garra na face do rapaz e a dor era quase insuportável, o corte seria muito profundo

Uma das diferenças entre a vingadora Satrissa e o verdadeiro vingador era a varinha. Varinha do verdadeiro vingador era:

Assunto: Re: Floresta Proibida Dom Ago 16, 2009 2:17 pm
Ele, como sempre, estava debaixo de uma capa preta que lhe cobria da cabeça aos pés, vestes negras e uma varinha coberta com silver tape prata. Uma máscara veneziana branca com uma mancha vermelha sobre os olhos adornava seu rosto, escondendo-lhe a feição
Enquanto a segunda varinha era:
Assunto: Re: Floresta Proibida Dom Ago 30, 2009 7:19 pm

pronunciou o torturador com sua voz ora masculina ora feminina, empunhando sua varinha fina de madeira escura que apresentava ondulações em relevo no cabo.

A segunda varinha poderia ser identificada como de Satrissa através do post:

Assunto: Re: Saguão Sab Set 05, 2009 6:27 pm
Desesperada, com uma das mãos á frente de sua boca, sacou sua varinha fina de madeira escura e gritou:

Fato Determinante 4 – O Ataque de Anabelle e a sua marca

A forma violenta com a que Satrissa como vingadora ataca Sibytus faz o verdadeiro Vingador Mascarado ataque Anabelle, filha de Satrissa e expressa suas razões:


- Sua filha de uma vadia, acorda!

- AH!!! - Nana abriu os olhos, estava assustada, dependurada de cabeça para baixo erguida no ar por uma magia que só a prendia por uma perna, a outra ficava meio sem onde ir, o lençol que sua mão segurava amedrontadoramente estava no chão debaixo dela, branco, com o enorme símbolo da Liga Comunal tingido no meio dele. A ovelha olhava para ela, impassível. Nada podia ajudá-la agora. Estava rendida.

Seus braços não conseguiam subir a camisola que usava, revelando completamente suas pernas, o short branquinho que usava e sua barriga. Tudo estava à mostra, mas seus braços estavam demasiado cansados para tapar seu corpo. À medida que seu corpo virava dependurado no ar, ela finalmente viu o torturador misterioso. Nana gritou o mais alto que pôde, porém nenhuma voz saiu de sua boca.

- Humpf! Ovelha idiota. Tudo bem com você, ovelhinha? - disse o torturador.

Ele, como sempre, estava debaixo de uma capa preta que lhe cobria da cabeça aos pés, vestes negras e uma varinha coberta com silver tape prata. Uma máscara veneziana branca com uma mancha vermelha sobre os olhos adornava seu rosto, escondendo-lhe a feição.

À pergunta, Nana respondeu com um olhar sério, um tanto rebelde e cheio de repugnância. Ela não disse nada, apenas lançou ao torturador um olhar azul cheio de indiferença.

- Nana, certo? Que nome idiota. Você deve estar se perguntando o que está fazendo aqui, certo? - ele se aproxima dela, a máscara do vingador ficou exatamente na mesma altura do rosto de Nana, que estava girando vagarosamente no ar. A mão com luvas negras se ergueu até o rostinho lindo de Nana, parando-a de frente para ele. O olhar do vingador era apenas uma luz que advinha da máscara, não dava para ver a pessoa por trás daquilo. - Você deve estar pensando que eu vou drenar seu sangue, como faço com todas as minhas vítimas, certo?

O vingador havia ameaçado matar Anabelle se Satrissa não fizesse o que ele queria. Como resposta aos ataques violentos, o vingador, como resultado, atacou a menina. O vingador também deixa uma marca nas costas de Anabelle, como consta:

Assunto: Re: Enfermaria Sab Ago 22, 2009 8:54 pm
Ele chega perto da porta e vira-se de costas, então olha para Kaileena.

- Quer brincar de auror, Kaileena Harumo? Dê uma olhada nas iniciais que o torturador cravou nas costas de sua filha. - ele dá as costas e vai embora.

A marca no caso era um S L , indicando Satrissa Lautrec, literalmente. Era um recado para ela.

=======================================================================

Parabéns para os Arautos de Hogwarts que conseguiram desvendar a trama e ganharam +45 pontos! Segue a Nota da Mensagem e o conteúdo!



Formulário de Resolução da Trama

Nome do grupo: Arautos de Hogwarts

Senha: Tangerina

Nº de fatos determinantes pra trama: 4



Fato determinante 1: chatagem a Satrissa.

-Com esses posts a seguir provamos que Satrissa esta sofrendo forte pressão e chantagem, a deixando mau humorada e visivelmente desesperada com a sua situação.

Pistas que provam a chantagem que Satrissa esta sofrendo.

Assunto: Re: Sala do Diretor Ter Jul 07, 2009 9:56 pm


Era cedo. O frio dos horários de transição da madrugada para a manhã preenchiam o castelo, e aliado das pedras antigas de suas paredes, o frio era realmente cortante.

O sol mal tinha aparecido ainda no horizonte. Alguns raios de sol penetravam pelos corredores vazios. Alguns fantasma perambulavam entre os corredores, deslizando suavemente.

No corredor do terceiro andar, corredor que estava bastante escuro ainda (mesmo com o dia amanhecendo), a Gárgula de pedra moveu-se para o lado. A escada em caracol se revelou, e Satrissa vinha descendo-a rapidamente.

Mal continha-se em seus sapatos de salto alto - um deslize para o lado e certamente cairia - e seu rosto não estava satisfeito. Pelo contrário. Ela estava péssima. Terrivelmente péssima. Era o terceiro dia de aula, e seu rosto estava inchado, seu cabelo estaria completamente doido e embaraçado se ela não tivesse preso fortemente em um coque. Sua cabeça estava doendo - e não sabia se era pela força com o qual o coque foi preso ou mesmo por suas preocupações - e seus olhos terrivelmente vermelhos. Segunda noite sem dormir.

A gárgula moveu-se para o lado quando Satrissa saiu de perto da escada e se encostou na parede de pedra, e começou a fazer algo terrivelmente inacreditável e grotesto. Sua reputação realmente estaria manchada o respeito das pessoas por sua imagem certamente estaria enfraquecido (isto se ela mesma já não estivesse enfraquecida) se qualquer um a visse naquele momento.

Satrissa começou a chorar. Lágrimas de dor, angústia, desespero, terror, desespero, terror, dor, angústia, desespero, dor, angústia, dor. Seu coração disparava. Batia cada vez mais forte e parecia saltar de seu peito.


Se Satrissa estava declinando de seu trono de "reine" ou deixando-se levar por emoções mundanas, era algo difícil de se dizer.

A professora de história da magia, diretora da Liga Ministerial, Ex-Ministerial, passou suas mãos no rosto, retirando suas lágrimas, e seguiu para seus aposentos, onde provavelmente se trancaria até estar novamente recomposta para enfrentar o mundo exterior sem levantar suspeitas de ninguém.

Nick parou, olhando para a professora que se aproximava cada vez mais, marchando pronta para um ataque. Nick estava abobado.

-SAIA DE MINHA FRENTE, FANTASMA! - esbravejou Satrissa, irada, passando pelo fantasma e provocando-lhe um mau humor.

-Tua louca! Está assim por quê? Hogwarts não está como você quer? - enfrentou ele.

Satrissa parou. Não se virou, apenas falou , antes de continuar a caminhar para seus aposentos:

-Eu sei provocar dor. E até mesmo fantasmas podem sentir o que provoco.

Nicolas sentiu. Sentiu medo das palavras descontroladas daquela mulher. Decidiu, portanto, calar-se e continuar sua caminhada matinal, ignorando aquilo que tinha presenciado.




Fato determinante 2 e 3: Provar que Anabelle Windsor é filha de Satrissa e que existe mais de um mascarado. Pois o post do ataque a Anabelle é totalmente diferente do modo de agir dos outros ataques.

Provas determinantes que provam que Anabelle Windsor e filha de Satrissa

*Ficha de Anabelle em Hogwarts, a garota foi abandonada e anos mais tarde adotada por Gragory, que segundo a ficha não era um bom pai.
Citação:
Antes de seu nascimento Nana, como gosta de ser chamada, não sabe absolutamente nada. O que lhe contaram e que ela, um bebe miudinho, foi abandonada em um orfanato de Londres.
Por volta dos oito anos foi adotada por Gregori, ex diretor de Hogwarts e descobriu sua origem bruxa. Porem infelizmente logo mais tarde seu pai dotivo seria caçado pelos aurores e ela ficaria sozinha no mundo.


*Satrissa confessa a Ctaaciug que já teve um filho(a)
Citação:
Ela então dá um outro sorriso. Mas um sorriso triste, daqueles que os lábios se movimentam mas a expressão é contrária. Com a voz trêmula, falou:

-Como... diria Igraine... a Mãe Deusa não julgou conveniente mandar-me outro filho.

Assunto: Re: Aposentos da Professora Satrissa L. Lautrec Qua Jun 17, 2009 11:38 pm

Citação:
-À direita. Anabelle Windsor!

Uma jovem garota de cabelos loiros e olhos azuis deu um passo à frente, tímida, mas olhando com curiosidade, e Satrissa observou os belos olhos da menina durante um tempo, refletindo se já conhecia a tal menina.

Assunto: Salão Principal - Banquete de Boas Vindas Qui Jul 02, 2009 12:37 am


* Desespero da professora quando a garota foi atacada.
Citação:

Assunto: Re: Enfermaria Qua Ago 26, 2009 8:10 pm


Post Atemporal

Satrissa ficou assombrada. Sua expressão confusa, raivosa, temerosa e angustiada estava evidente.

Ela tentaria passar, mas viu que Kaileena estava ali para impedí-la.

-Eu quero passar. Vou analisar a aluna. - disse, mantendo seu tom autoritário que indicava que se Kaileena se mantivesse à sua frente, ela passaria por cima.


Assunto: Re: Enfermaria Qua Ago 26, 2009 8:10 pm


Citação:
Satrissa não disse nada, apenas saiu para o corredor enfesada, afinal, não queria acordar Anabelle. Quando chegou no corredor vazio do lado de fora da Enfermaria, disse:

-Por que precisamos conversar? Não, não me diga, antes quero saber: há quanto tempo ela foi atacada? POR QUE EU NÃO FUI AVISADA? Será que ninguém me informa nada? - não, ela não deixaria seu tom de lado...

Assunto: Re: Enfermaria Qua Ago 26, 2009 9:03 pm

Citação:
Post Atemporal

-Se as coisas dependessem de mim, nada teria sido assim. Eu sei o que está tentando fazer. Quer distanciar, é? Não estou vendo ajuda nisto. - retrucou com seu tom de voz cruel. - Você não deveria se intrometer no que não é chamada.

Satrissa sabia que estava ultrapassando seus limites, e recuou um pouco, replicando rapidamente sem dar chance de Kaileena responder à sua fala anterior:

-Desculpe. Pois diga então o que queria dizer. Eu apenas quero que ela fique bem... - ela estava abatida e muito desconcertada pela situação. Kaileena tinha descoberto seu maior segredo, era o que parecia para Satrissa.

Assunto: Re: Enfermaria Qua Ago 26, 2009 9:55 pm

Citação:
Satrissa, quando olhou Anabelle, abafou um grito agudo com suas mãos. O seu instinto realmente tinha lhe avisado e o pior tinha acontecido com ela. Mas não era o pior que imaginava.

-Anabelle! - murmurou, observando a menina, e se distanciou, saindo de perto, chorando. Ah não..não consigo acreditar...minha nana!

Ela foi saindo da enfermaria, com ânsia de vômito, se segurando para não cair em prantos.

-Kaileena... Eu... Não sei o que dizer... Não sei como isto pôde ter acontecido eu... Eu apenas sei que tenho algo a fazer antes de aceitar a sua proposta...

Enfermaria Qua Ago 26, 2009 10:26 pm

O vingador, no ataque contra Nana.
Citação:
- Jamais teria porque sua mãe de verdade não passa de uma vadia, ela teve você e te jogou naquele orfanato fedorento, mesmo tendo milhões e milhões de galeões pra te criar... Sabe, uma família rica nem sempre aceita uma gravidez indesejada... E... Sabe? Eu conheço sua mãe. Ela é mesmo uma vagabunda. Sabia que ela preferiu esconder você do que fazer uns favores para mim? Sim, ela o fez. Ela te odeia, não quer saber de você e preferia suicídio a ver você sendo declarada filha dela... Que coisa triste - disse o torturador, demonstrando cinismo em sua voz. - Agora... Sua mãe de verdade me fez alguns favores... mas fez mal feito. Sim, pisou na bola comigo e... Quem pisa na bola comigo... Sofre as consequências, e essas consequências sempre são muito muito muito ruins...

Fatos encontrados no jornal, na biblioteca de Hogwarts referentes à Satrissa Lautrec.
Citação:

Citação:
Vincent Cartland troca alianças com estudante de História da Universidade de Oxford.
O herdeiro do legado Cartland, Vincent, foi visto no restaurante trouxa Le Petit Gatêau, em Oxford, com Satrissa Lautrec, estudante do quarto ano de História da Magia em Oxford. Ontem o acessor da família Cartland anunciou o noivado dos dois. Satrissa tem descendência francesa e era da Corvinal, em Hogwarts. Vincent Cartland é o político bruxo inglês e último dos Cartland, tradicional família inglesa.

Noiva de Vincent Cartland grávida de 5 meses
Não teve mais de 1 ano que foi anunciado o noivado do herdeiro Cartland com Satrissa Lautrec, e agora parece que a noiva Satrissa está grávida. Não dá mais para esconder a barriga!

Vincent Cartland é transferido para o Canadá
O herdeiro Cartland foi transferido para o Ministério da Magia Canadense. Com isto acabaram-se os Cartland na Inglaterra. Rumores indicam que Vincent tenha deixado o Ministério da Magia Britânico após terminar seu noivado com 1 ano e 2 meses.

Citação:
Filha da ex-noiva de Cartland nasce morta
Já não bastava Satrissa Lautrec e Vincent Cartland terem terminado seu noivado, o parto da ministerial não foi bem-sucedido. A filha, de nome Anna Lautrec, nasceu morta. Ficam aqui nossas lamentações.


Satrissa Lautrec é o nome da nova professora de História da Magia indicada pelo Ministério
Ontem foi anunciado pelo Ministério a indicação de Satrissa Ludwan Lautrec, formada em História da Magia e especializada em História Ministerial pela Universidade de Oxford para ocupar o cargo de professora de História da Magia de Hogwarts, substituindo o Professor Binns que se afastou para as Bahamas.

“Satrissa iniciará uma nova era acadêmica”, informou o ministro Bernard Wise. “Além de precisarmos de uma nova visão, uma visão mais jovem e ampla, Satrissa irá auxiliar na formação dos alunos. É uma posição fundamental nas mãos de uma pessoa capacitada.”
Ao ser questionado sobre a nomeação de um novo diretor, o Ministro disse apenas: “Estamos avaliando.”
Re: Biblioteca Seg Set 07, 2009 11:34 pm




Fato determinante 4: Satrissa é um dos mascarados.
Com os posts a seguir provamos que a descrição da varinha do vingador é semelhante a varinha descrita por Satrissa.


Pistas que provam que Satrissa é um dos Mascarados.

Varinha do vingador:

...pronunciou o torturador com sua voz ora masculina ora feminina, empunhando sua varinha fina de madeira escura que apresentava ondulações em relevo no cabo.

Assunto: Re: Floresta Proibida Dom Ago 30, 2009 7:19 pm

--------------------------------------------------------------------------------

-Post Atemporal Apenas o Vingador Mascarado e Graziela Fernandes se encontram



Varinha da satrissa

[size=14Não me diga! - ela estendeu-lhe a varinha. - A Minha é Mogno, 28 cm, Flexível e Boa para Feitiços e Azarações. O cerne, diga-se de passagem, e peculiar. Se Olivaras soubesse desta varinha ficaria doido, se é que provavelmente já sabe que produzem varinhas como esta. A minha varinha, oficialmente, tem o núcleo de pêlo de unicórnio. Porém, além disto, um fio de cabelo de veela compôe a varinha também. Dois núcleos. Extraordinário. Foi produzida na França, é claro. Fui escolhê-la com minha avó, Solange Ludwan.[/size]


Assunto: Re: Apartamento de Satrissa L. Lautrec Qua Jan 28, 2009 12:55 pm

-------------------------------------------------------------------------------------------------


Desesperada, com uma das mãos á frente de sua boca, sacou sua vairnha de madeira escura e gritou:

Assunto: Re: Saguão Sab Set 05, 2009 6:27 pm

Infelizmente, a Milícia Excelsa não enviou o formulário portanto não teve direito ao prêmio de participação.


_________________

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum