Venha ser um bruxo e jogar RPG no mundo de Harry Potter! Vagas ilimitadas!


--/--/----
Clima:
texto texto texto texto
texto texto texto texto
Início de Período:
--/--/----
Termino de Período:
--/--/----
Eventos: nada relevante


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Gringotes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Gringotes em Qui Jul 30, 2009 9:09 pm

Administrador

avatar
“Gringotes é o lugar mais seguro do mundo para guardar qualquer coisa que você quer que fique segura – com exceção talvez de Hogwarts.” – Hagrid (PF5).

Ao andar quase a metade do Beco Diagonal, perto de sua interseção com a Travessa do Tranco, se encontra uma imponente edificação de mármore branco: o Banco dos Bruxos Gringotes (CS4). O banco, que se destaca “sobre as lojas vizinhas” (RdM26), é um lugar onde bruxas e bruxos britânicos guardam seu dinheiro e outros bem valiosos, em cofres quilômetros abaixo da terra. Os cofres são fortemente guardados – como Hagrid diz, “só um louco tentaria roubar o banco”.

O secular banco é administrado por duendes e apenas estes sabem sobre os segredos das serpenteantes passagens subterrâneas e sobre os encantamentos (e as criaturas!) do lugar para se defenderem contra os intrusos (PF5). Os duendes possuem um código que os proíbe de falar sobre os segredos do banco e considerariam “vil traição” quebrar qualquer parte do tal código (RdM24, RdM25).

Houve um boato de que Cornélio Fudge estava tentando tomar Gringotes quando era Ministro da Magia; mas como isso foi publicado no Pasquim, é provável que não seja comprovado (OdF10).

ENTRADA & SAGUÃO PRINCIPAL

Do Beco Diagonal, uma escadaria branca (CS4) leva às portas de bronze polidas. As portas são guardadas por um duende em um uniforme escalarte e dourado (PF5), mas durante o período da guerra, o duende foi substituído por dois bruxos que portavam Honestímetros (RdM26). Essa é a entrada para o Gringotes, que leva a um pequeno hall de entrada e a outras portas. Nessas novas portas, agora de prata, encontram-se gravadas as seguintes palavras:

Entrem, estranhos, mas prestem atenção
Ao que espera o pecado da ambição,
Porque os que tiram o que não ganharam
Terão é que pagar muito caro,
Assim, se procuram sob o nosso chão
Um tesouro que nunca enterraram,
Ladrão, você foi avisado, cuidado,
pois vai encontrar mais do que procurou. (PF5)

Por trás dessas portas – mais uma vez, ladeadas por duendes - está um vasto saguão de mármore com, segundo estimação de Harry, mais de cem duendes sentados em banquinhos altos atrás de um longo balcão. “Havia ao redor do saguão portas demais para contar” que levavam para fora do saguão, e por meio de uma delas (e provavelmente por outras portas também) os clientes acessam seus cofres (PF5).

OS COFRES DE GRINGOTES

Em contraste com o magnífico mármore da entrada e do saguão principal, as passagens para os cofres são de pedras, iluminadas por archotes flamejantes.

Nas passagens, passam vagonetes controlados pelos duendes (RdM26). Esses vagonetes levam os visitantes para baixo da superfície da terra, através de “um labirinto de passagens cheias de curvas” para os cofres. Os vagonetes apenas vão em uma velocidade – alta velocidade – o que fez Hagrid ficar enjoado e o que impede os ocupantes de dar uma boa olhada ao seu redor (PF5), e parece que correm em um vasto complexo de uma série de trilhos interligados que permitem o deslocamento entre quaisquer cofres (PF5, CS4).

Os cofres variam em tamanho e segurança. Os maiores e mais bem-protegidos cofres pertencem às famílias bruxas mais antigas e estão a uma profundidade maior (RdM25). Os cofres mais pertos à superfície parecem ser menores e terem menos precauções de segurança os cercando – são abertos com chaves, por exemplo, ao contrário dos cofres maiores, que requerem o toque de um duende para ter acesso.

http://incantatem.forumeiros.com

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum